ABCS reúne lideranças políticas para apresentação de reivindicações do setor

ABCS reúne lideranças políticas para apresentação de reivindicações do setor

Encontro buscou orientar pauta de parlamentares quanto às necessidades da suinocultura

 

Com presença significativa de parlamentares de diferentes estados, a ABCS buscou sensibilizar as lideranças para os problemas vividos pelos suinocultores. O evento realizado na noite de ontem (8), em parceria com as entidades estaduais de produtores de suínos, serviu para mostrar que, unidos, os suinocultores têm mais força para lutar por melhorias para o setor. O encontro reuniu mais de 50 pessoas, entre parlamentares de diferentes estados do país, lideranças e representantes da cadeia.

O principal objetivo foi mobilizar os parlamentares na busca de apoio para a aprovação dos projetos de lei que trazem melhorias para o setor produtivo. Atualmente existem quatro projetos que a ABCS pede apoio para a aprovação. “Para que os projetos de lei sejam aprovados, é preciso a mobilização intensa da ABCS e das demais associações estaduais e regionais. Queremos o apoio dos parlamentares em busca de soluções para a crise do setor”, comentou o presidente da ABCS, Marcelo Lopes.

Entre Deputados estiveram presentes no encontro Alceu Moreira (PMDB/RS); Alfredo Kaefer (PSDB/PR); Mendes Thame (PSDB/SP); César Colnago (PSDB/ES); Celso Maldaner (PMDB/SC); Duarte Nogueira (PSDB/SP); Edison Brum (PSDB/RS); Eliene Lima PSD/MT ; Bohn Gass (PT/RS); Jerônimo Goergen (PP/RS); Lelo Coimbra (PMDB/ES); Márcio Macedo (PT/SE); Valdir Colatto (PMDB/SC) e Vitor Penido (DEM/MG). Também compareceram na apresentação da agenda parlamentar da suinocultura o Senador Casildo Maldaner (PMDB-SC); além do presidente da Federação da Agricultura do DF, Renato Simplício. O encontrou contou ainda com a presença do Ex-Ministro da Agricultura Alysson Paulinelli.

“Reunimos importantes autoridades nesse encontro, o que reflete a importância da suinocultura para o agronegócio brasileiro e confirma a forte atuação da entidade em prol da atividade”, comentou o diretor-executivo da entidade, Fabiano Coser.

O cenário da crise atual se resume ao preço pago por algumas empresas pelo quilo do suíno vivo nas granjas que está sendo inferior aos seus custos de produção. Para terminar um animal para o abate, o preço pago ao produtor não poderia ser inferior ao custo de produção de cada estado. No Rio Grande do Sul e Santa Catarina, os suinocultores têm sofrido diretamente com a crise, principalmente devido à quebra de safra do milho no início do ano, que causou problemas graves no abastecimento e nas cotações do milho nos dois estados.

“Sempre vai haver problemas em todos os setores do agronegócio. O que pleiteamos é aprimorar o setor produtivo, pois o produtor precisa de amparo para se manter na atividade, mesmo em momentos de crise”, comentou Lopes. Nos projetos citados abaixo, o principal objetivo é garantir a sobrevivência do produtor nesses momentos e manter a transparência e uma relação justa nas transações entre produtores e agroindústrias do setor.

No encontro, o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária – maior bancada do Congresso Nacional –, o Deputado Moreira Mendes, reforçou o apoio a suinocultura e destacou as atividades parlamentares desenvolvidas no intuito de fortalecer o produtor. “Nossa Frente é considerada uma das mais influentes nas discussões, articulações e negociações de políticas públicas no âmbito do Poder Legislativo e faremos diferença para o suinocultor brasileiro”, destacou.

Já o Deputado Jerônimo Goergen, autor da emenda do plano plurianual 0029/2011 e também relator projeto de lei, nº 7.416/2010, que trata da inclusão da carne suína na pauta de produtos amparados pela Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM), destacou a iniciativa da ABCS em buscar junto aos Deputados melhores condições para a suinocultura. “Estamos trabalhando para conseguir junto a Conab maior liberação de milho e também a inclusão da carne suína na política de preços mínimos, garantido maior estabilidade para a cadeia”, comentou.

Segundo o presidente da ABCS, Marcelo Lopes, para que os projetos sejam aprovados e uma solução para as crises que afetam a suinocultura seja visualizada, é preciso a mobilização intensa da ABCS e das demais associações estaduais e regionais a fim de buscar com os parlamentares soluções para o setor. “Esperamos, profundamente, que os parlamentares se sensibilizem com as dificuldades enfrentadas pelo produtor.  As crises que constantemente afetam a suinocultura não podem ser deixadas de lado. Elas enfraquecem a economia brasileira”, encerrou.

 

Confira abaixo os cinco projetos de interesse da suinocultura que estão tramitando no Congresso Nacional:

Projeto de Lei, nº 8.023/2010, de autoria da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, onde dispõe sobre a Integração Vertical na agropecuária e estabelece condições, obrigações e responsabilidades nas relações contratuais entre produtores integrados e agroindústrias integradoras.

 

Projeto de Lei do Senado, nº 330/2011, de autoria da Senadora Ana Amélia, que trata da Integração Vertical na agropecuária. Esses dispositivos têm como objetivo regular e normatizar a relação entre produtores integrados e agroindústrias. A aprovação desse PLS, assim como do PL 8.023/2010, trará benefícios para toda a cadeia produtiva, aumentando a eficiência das relações contratuais e promovendo ainda mais o Brasil como referência na suinocultura mundial.

Projeto de Lei, nº 7.416/2010, de autoria do Senador Valdir Raupp, que trata da inclusão da carne suína na pauta de produtos amparados pela Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM), evitando, assim, que a volatilidade do preço dos insumos possa inviabilizar a produção de suínos (como o milho, por exemplo, que saiu de R$15,00/saca 60kg para R$32,00/saca 60kg em algumas regiões do País).

Projeto de Lei, nº 5.194/2005, de autoria do Deputado Ronaldo Caiado, que determina que frigoríficos com registro no Serviço de Inspeção Federal (SIF) informem, diariamente, ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento os preços, quantidades e outras características dos bovinos adquiridos para abate, também é objeto de interesse da suinocultura brasileira, no sentido de que seja proposto um mecanismo similar para o abate de suínos e, assim, favorecer a transparência e evitar a especulação na formação de preços.

 

Fonte: ABCS
Publicado em 10/5/2012

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas