Aumento do custo de milho e dificuldade na compra de farelo de soja agravam crise na suinocultura

Aumento do custo de milho e dificuldade na compra de farelo de soja agravam crise na suinocultura

Inércia do Ministério da Agricultura desamina suinocultores em todo o Brasil

 

Apesar das inúmeras reuniões realizadas entre o Ministério da Agricultura e a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) na última semana, não houve nenhuma manifestação do governo em aprovar novas medidas para atenuar a crise que passa a suinocultura nacional. “As medidas anunciadas ainda não são suficientes. Nesse momento, o produtor precisa mais do que prorrogar suas dívidas, ele precisa emergencialmente de um programa de subvenção do Governo Federal, referente à diferença entre o preço de venda e o custo de produção”, explica o presidente da ABCS, Marcelo Lopes.

Nesta semana, os produtores de suínos foram surpreendidos pela elevação dos preços de comercialização do milho, que em alguns estados chegou a 30% de aumento e também pela escassez do farelo de soja, principalmente no estado do Rio Grande do Sul que neste ano sofre com a quebra da safra de soja. Com a redução de praticamente 50% da colheita, grande parte do grão está destinada para a exportação, limitando a utilização para o farelo de soja usado na ração animal.

“As medidas apresentadas pelo MAPA são paliativas, pois amenizam as dívidas já adquiridas pelo produtor. Mas os altos custos de produção são os responsáveis pelo prejuízo de mais R$ 80,00 por animal comercializado. O setor precisa de um subsídio do custo de produção imediatamente”, destaca o presidente, reforçando aos produtores de todo o Brasil que entrem em contato diretamente com a Secretaria de Política Agrícola do MAPA e reforcem esse pedido de socorro ao setor.

Para tratar do assunto, a ABCS se reúne com o Secretário de Política Agrícola do MAP, Caio Rocha, nesta quinta-feira (19/07) às 10h no Ministério da Agricultura.

 

Faça sua reclamação: Secretaria de Política Agrícola do MAPA (61) 3225-3620

 

Fonte: ABCS
Publicado em 18/7/2012

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas