ABCS apoia tema debatido no 2º Fórum Integrall de Suinocultura

ABCS apoia tema debatido no 2º Fórum Integrall de Suinocultura

Qualificação da mão de obra na suinocultura é objeto de atuação da entidade

 

“Produzir com eficiência frente aos crescentes desafios relacionados à mão de obra” será o tema debatido na 2ª edição do Fórum Integrall de Suinocultura (FIS) que acontece entre os dias 18 e 19 de abril na cidade de Curitiba/PR. Mantendo o foco em assuntos de grande relevância e complexidade para a cadeia de suínos, a Integrall – Soluções em Produção Animal –, programou discutir a otimização de mão de obra como um processo que envolve ações relacionadas não somente a gestão de Recursos Humanos, mas também questões de manejo, concepção de projetos, instalações, equipamentos, fluxo de produção e gestão de equipes.

A discussão vai ao encontro do trabalho proposto pela Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) por meio Projeto Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (PNDS) que propõe alavancar a qualidade técnica e prática de profissionais que atuam diretamente nas granjas de suínos do país.

Para o presidente da ABCS, Marcelo Lopes, o Fórum  reforça os objetivos do PNDS que já trabalha há três anos com a capacitação e sensibilização de pessoas ligadas a suinocultura. “Ações como Programa de Inovação e Tecnologia Produtiva na Suinocultura (SUINTEC), Programa de Capacitação Total (PCT) e a Qualificação Profissional em Suinocultura – desenvolvida em parceira como Senar Nacional –, fazem do PNDS o pioneiro na concepção de aprimorar a qualificação da mão de obra suinícola”, diz o presidente e completa “acreditamos que para a sustentabilidade econômica e social da atividade devemos também ter nossos olhos voltados para os profissionais do setor”, diz.

Nas últimas décadas o processo acelerado de urbanização brasileira tem afastado cada vez mais a população do campo. Paralelo a isso, o crescimento econômico do Brasil tem reduzido as taxas de desemprego e inflacionado os salários em todas as atividades. “O impacto deste cenário na suinocultura brasileira é evidente e tem consequências na produtividade, nos custos de produção e, consequentemente, na competitividade”, explica o consultor da Integrall, Iuri Machado e destaca que “o Brasil já foi considerado um país altamente competitivo no custo de mão de obra na produção suinícola, entretanto, a escassez de profissionais no campo, tornou complexa a formação de equipes qualificadas e comprometidas e tem onerado financeiramente os sistemas de produção”, completa.

Com carga horária extensa, líderes de granjas, gerentes, chefes de setor, profissionais envolvidos com o RH de empresas, proprietários de granjas, consultores e demais profissionais envolvidos diretamente na produção de suínos poderão compartilhar de conhecimento por meio de palestras e uma mesa redonda, que contará com a participação de representantes da ABCS, buscando trocar  experiências práticas sobre o tema. Casos práticos de sucesso serão apresentados por empresas brasileiras, que exemplificam que é possível produzir com eficiência frente aos desafios relacionados à mão de obra no país. “A experiência da Europa e dos Estados Unidos também será abordada, pois há uma tendência de caminharmos para o mesmo destino”, comenta o consultor.

O Fórum Integrall de Suinocultura (FIS), em sua 1ª edição em 2011, superou todas as expectativas de público e qualidade técnica, com a abordagem do bem-estar animal na produção de suínos.

 

Serviço:

Data: 18 e 19 de abril
Local: Four Points by Sheraton Curitiba – Curitiba/PR
Realização: Integrall – Soluções em Produção Animal
Informações: (34) 3823-4279
Site: www.integrall.org/forum

 

 

Fonte: ABCS com informações da Integrall
Publicado em 24/01/2013

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas