Palestras de Saudabilidade chegam a mais de mil profissionais

Palestras de Saudabilidade chegam a mais de mil profissionais

Informação científica desfaz mitos sobre o produto entre formadores de opinião

 

As Palestras de Saudabilidade “A Carne Suína é 10!”, que integram as ações de preparação para a Semana Nacional da Carne Suína, chegaram a mais de 1.100 estudantes e profissionais de nutrição e gastronomia nas últimas semanas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Goiás e Distrito Federal.

Promovidas pela ABCS (Associação Brasileira dos Criadores de Suínos), por meio do PNDS (Projeto Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura), as apresentações levam informação científica sobre o produto para desmistificar preconceitos junto a estes profissionais que são formadores de opinião sobre alimentação.

A consultora da ABCS e nutricionista, Thaliane Dias, realizou a palestra “Carne suína, consumindo com mais sabor e saúde” na Unigranrio no Rio de Janeiro; no CRN (Conselho Regional de Nutrição) de Goiás, em Goiânia; na Unijorge em Salvador, na Bahia e na Faculdade Anhanguera, do Distrito Federal.

“A mensagem central é mostrar, por meio de dados científicos, que muitos cortes de carne suína tem menos gordura e colesterol que outras carnes e, também, não transmite doenças. As plateias se mostraram atentas e interessadas e, em alguns casos, resistentes por conta dos mitos que existem”, disse a nutricionista.

A coordenadora do curso de gastronomia da Unijorge, Scheila Bulhões, elogiou a iniciativa e destacou o interesse dos cerca de 470 alunos e profissionais de nutrição e gastronomia que viram as duas sessões da palestra. “Os alunos mostram muito interesse e a intenção é continuar com este trabalho. Vamos fazer oficinas sobre o produto durante a Semana Nacional da Carne Suína”, comentou. A ação foi realizada em parceria com a Associação Baiana de Suinocultura (ABS) e do Sebrae/BA.

Para gestora de projetos de suinocultura do Sebrae/BA, Lucia Leite, a palestra é um meio eficaz de quebrar paradigmas e levar informação de qualidade para estudantes e profissionais da área da saúde e gastronomia.

Já o coordenador do curso de nutrição da Unigranrio, Ricardo Laino Ribeiro, também aprovou o evento realizado na capital fluminense para cerca de 130 alunos. “Foi muito legal principalmente pela maneira didática e em fundamentada que ela conseguiu demonstrar o que é mito e preconceito sobre a carne suína. Com certeza, temos muito campo para trabalhar”, resumiu.

O consultor técnico do Pão de Açúcar no Rio de Janeiro, Adeval Gonçalves, também assistiu a palestra e levou representantes do departamento de compras da rede varejista ao evento. “Fui acompanhado de colegas do departamento comercial e, realmente, achei que seria impossível uma palestra melhor. A apresentação trouxe muita informação de qualidade e, com certeza, enriqueceu o currículo de quem participou. Se acontecerem outros, estaremos presentes”, disse.

A ação no Distrito Federal contou com a parceira da Associação dos Criadores do Distrito Federal (DFSDUIN) e reuniu mais de 80 estudantes da faculdade Anhanguera. Luana Lima Gomes, estudante do 4º semestre da faculdade de Nutrição, destacou a qualidade da informação e dados nutricionais da carne suína.

“Os baixos valores de colesterol e gordura saturada da carne suína produzida nos dias de hoje me surpreenderam. Não conhecia a produção de suínos e acreditava ainda na transmissão de doenças. Depois da palestra mudei minha visão sobre a proteína e quero estudar mais sobre o assunto”, comentou.

Do sudoeste ao Centro-Oeste brasileiro

Em parceria com a AGS (Associação Goiana de Suinocultores), a ABCS também levou a nutricionista Thaliane Dias a apresentar a palestra para mais de 350 nutricionistas (entre profissionais e estudantes) em evento comemorativo pelo Dia do Nutricionista, em 30 de agosto, organizado pelo CRN (Conselho Regional de Nutrição) no auditório do SGPA (Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura) em Goiânia.

No mesmo dia, o Dr. Alfredo Halpern, médico endocrinologista livre-docente da USP (Universidade de São Paulo) e consultor do programa Bem Estar da Rede Globo, também participou e proferiu a palestra de Saudabilidade “A Carne Suína é 10!” com o tema “Carne suína: uma avaliação científica” para cerca de 100 alunos do curso de Bacharelado em Nutrição do Centro Universitário Senac Santo Amaro, em São Paulo.

A compradora de carne suína do Grupo Pão de Açúcar em São Paulo, Suely Yukiko Aquino, que também é nutricionista e participou do evento, classificou a palestra como “realmente muito boa”. “Até me surpreendeu quando falei com os alunos o fato de haver pouco conteúdo sobre carne suína nos cursos. Foi uma palestra de grande valia e o importante é ter mais deste conteúdo também nas aulas”, avaliou.

Segundo o diretor-executivo da ABCS, Fabiano Coser, as Palestras de Saudabilidade têm um papel importante na estratégia para o aumento do consumo de carne suína no Brasil. “As palestras vão diretamente aos formadores de opinião e, especialmente, nas novas gerações de profissionais de nutrição, gastronomia e medicina. Com estas informações, eles também vão contribuir para combater os mitos no cotidiano de suas atividades”, explicou.

A Semana Nacional da Carne Suína, que acontece entre 2 e 16 de outubro, é uma iniciativa da ABCS, através do PNDS Sustentabilidade, que visa aumentar o consumo do produto no Brasil de 15 para 18 quilos per capita por ano até 2015. A estratégia é desenvolvida por meio da capacitação de profissionais de todos os elos do setor suinícola, por meio de Cursos de Cortes, Oficinas Gastronômicas e Palestras de Saudabilidade, além de ações de marketing sobre a qualidade e sabor do produto com foco nos consumidores

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas