ABCS Experience leva suinocultores brasileiros em missão oficial à China

ABCS Experience leva suinocultores brasileiros em missão oficial à China

Grupo participará de grandes feiras do setor e conhecerá granjas e frigoríficos

 

O “ABCS Experience – China” começa hoje, dia 9 de maio, para dar a produtores, profissionais e lideranças da suinocultura nacional a oportunidade de conhecer de perto, em missão oficial, o maior mercado produtor e consumidor de carne suína do planeta.

A delegação brasileira, liderada pela Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) e apoiada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Ministério das Relações Exteriores, partirá de São Paulo amanhã e permanecerá em solo chinês até dia 24 de maio.

“A iniciativa da ABCS tem o objetivo de abrir novos horizontes para a suinocultura brasileira. Por meio da interação entre nossos produtores, líderes e profissionais com os representantes chineses, temos certeza de que construiremos uma etapa importante para ganhar mais espaço neste que é o maior mercado mundial da suinocultura”, comenta o presidente da ABCS, Marcelo Lopes. “Estamos proporcionando ao setor uma oportunidade de se atualizar, conhecer e trazer para a produção brasileira uma nova visão sobre a produção de suínos”, comenta.

No país asiático, os 24 representantes da suinocultura brasileira participarão de duas das maiores feiras de interesse para o setor, a SIAL, feira que atrai compradores do setor alimentício de todo mundo, incluindo produtores, varejistas, atacadistas e supermercados. Na última edição da feira foram mais de 2.400 expositores em 8 pavilhões e cerca de 45 mil visitantes. Grupo também marcará presença na CAHE (China Animal Husbandry Expo), feira com foco na exposição de equipamentos e novas tecnologias, além de palestras com discussões sobre a saúde animal e insumos.

A comitiva também irá se reunir com empresários chineses no PorkSummit, evento idealizado e organizado pela ABCS em solo chinês que visa promover o debate entre instituições, empresas e profissionais com o objetivo de estimular o intercâmbio comercial em todos os segmentos econômicos da cadeia produtiva da carne suína. O encontro contará com palestra da Adida agrícola da embaixada do Brasil em Pequim, Sra. Andrea Bertolini; do Vice-diretor da Comissão de Agricultura de Xangai, Sr. Shao Lin Chu e também Gerente-geral da Shanghai Songlin Industrial Trade Co., Ltd, Sr. Wang Long Qin.

Bem como conhecerão frigoríficos e granjas em algumas das principais regiões produtoras da China, como a Shanglai Songlin Industrial Trade Co. que possui cerca de 6 mil matrizes e desde 2013 trabalha com equipamentos de alta qualidade e produtividade voltado para o abate de animais. O grupo também conhecerá a Weifang legang Food Co., Ltd., uma das maiores empresas de processamento de pato e carne suína neste momento na China. Com ativos totais é RMB 50 bilhões e mais de 11 mil funcionários, o valor de produção anual chega a RMB 60 bilhões.

“A expectativa é muito boa, pois ter uma percepção própria do que é o mercado chinês traz uma experiência diferenciada para aproveitar as oportunidades que existem por lá. Assim, poderemos dimensionar melhor quais as reais potencialidades de exportação para a China. A viagem é importante para contribuir com negócios no futuro”, avalia o presidente da ACSURS e conselheiro da ABCS, Valdecir Folador.

A inciativa é elogiada pelo diretor técnico da Microvet, José Lúcio dos Santos, pois permite que produtores médios e pequenos também possam ter contato com o mercado internacional e fazer negócios comerciais. “Até então, o conhecimento sobre o mercado internacional in loco era praticamente restrito a grandes agroindústrias. Este trabalho muito bem feito da ABCS possibilita comparar nosso nível tecnológico na produção e processamento de nossos produtos”, pontua.

Além de conhecer um pouco mais sobre as oportunidades para os suinocultores no comércio chinês, os integrantes da delegação terão contato com a oferta de insumos e equipamentos para a suinocultura nacional das empresas chineses e de outros países nas feiras.

O suinocultor matogrossense Raulino Machado tem as melhores expectativas para a viagem. “Espero fazer contatos importantes com os importadores de carne suína e, também, com empresas para comprarmos diferentes insumos. Será uma viagem muito produtiva para nós. Estas trocas de informação são muito importantes”, relata.

 

Fonte: ABCS

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas