2ª Semana Nacional da Carne Suína consolida nova percepção sobre o produto

2ª Semana Nacional da Carne Suína consolida nova percepção sobre o produto

Campanha manterá os “holofotes” na carne suína até dezembro

A 2ª Semana Nacional da Carne Suína, que encerrou nesta quarta-feira (17) sua primeira fase, confirmou ser a “maior vitrine” para o produto no país. A proteína foi destaque entre 3 e 17 setembro nas promoções de mais de 500 lojas das bandeiras Extra e Pão de Açúcar, o que continuará até dezembro na segunda etapa da ação.

A campanha, organizada pela Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) em parceria com o GPA e com apoio do Sebrae Nacional, conquistou um posicionamento diferenciado em vários aspectos, como nunca havia obtido, nem mesmo durante a primeira Semana Nacional da Carne Suína realizada em 2013.

Entre as novidades, a ampliação do período de promoção do produto que contou com 15 dias na ação de 2013 e, agora, além da primeira fase de 3 a 17 de setembro, manterá os “holofotes” na carne suína até dezembro. O foco é destacar os potencias da proteína e sua diversidade de cortes.

“Ter o foco das ações promocionais do maior grupo varejista da América Latina durante cinco meses em nosso produto é uma grande conquista. É assim que, efetivamente, podemos transformar a cultura de consumo para reposicionar a carne suína”, avalia o presidente da ABCS, Marcelo Lopes.

O PNDS Sustentabilidade, setor da ABCS que responde pela Semana Nacional da Carne Suína e outras ações, trabalhou em conjunto com o GPA desde março para consolidar outros diferenciais para a campanha que, nos próximos dias, divulgará os resultados sobre vendas durante a primeira fase da ação.

Entre eles, a identidade visual de materiais promocionais, a capacitação dos colaboradores nas lojas do Pão de Açúcar e Extra em todo país sobre a qualidade do produto e as melhores maneiras de apresentação, sensibilização de clientes, entre outras.

Deste modo, o esforço e o potencial de vendas da carne suína terminaram por conquistar maior espaço em gôndola por todo o país, anúncios do GPA sobre o produto em veículos de comunicação de relevância nacional, mobilização do setor e grande visibilidade de mídia espontânea.

A mudança na percepção sobre o produto já é evidente. Anteriormente, os consumidores gostavam da carne suína, mas a consumiam com “restrições” por conta de preconceitos sobre sua saudabilidade. Atualmente, depois de anos de trabalho, já é frequente encontrar pessoas comuns defendendo o produto como saudável, de alta qualidade, saboroso e acessível.

“Temos relatos de várias pessoas com esta percepção e nós mesmos já testemunhamos este ´exército da carne suína´ entre donas de casa, cozinheiros e formadores de opinião. É uma satisfação ver a união do setor alcançar este resultado, estar no coração e na mente do cidadão comum. Mas temos muito mesmo o que avançar. É apenas o começo para alcançar os objetivos que o setor deseja e merece”, finaliza Lívia Machado, coordenadora nacional do PNDS.

Fonte: ABCS
Publicado em 19/09/2014

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas