Domingo Espetacular desmistifica mitos sobre a carne suína

Domingo Espetacular desmistifica mitos sobre a carne suína

Os especialistas mostraram que o produto é uma fonte de proteína saudável e com baixo colesterol

Em reportagem especial, Domingo Espetacular desmistificou mitos e preconceitos a respeito da carne suína em matéria que foi ao ar na Rede Record ontem (28). Os especialistas ouvidos pelo programa, mostraram que a carne suína é uma fonte de proteína saudável, com baixo colesterol e cortes com menos gordura que a carne bovina e de frango, além de ser rica em nutrientes como vitamina do complexo B, B12, ferro, zinco, magnésio e fósforo. Por ser rica em minerais a carne suína também é um forte aliado no combate à anemia.

A proteína é a mais consumida no mundo e conquista fãs entre os brasileiros, no entanto, o consumo por aqui ainda é baixo, devido a polêmicas em torno do alimento.  O Domingo Espetacular mostrou que a fama de vilã do produto é injusta.

Segundo a professora de Gastronomia do Senac, Marcela Lage, por muito tempo a carne suína foi relacionada ao excesso de gordura e de colesterol, mas hoje o animal é criado de forma a oferecer uma carne bem mais magra.  “O lombo suíno tem menos colesterol que o peito de frango, por exemplo”, disse. Na comparação com a carne bovina, o mesmo corte suíno apresenta menos colesterol e mais proteína.

Ao responder dúvidas dos telespectadores, a nutricionista, Marcela Omega, afirmou que a gestante pode consumir carne suína normalmente sem nenhuma interferência para o desenvolvimento do feto.  Outro mito desfeito foi o consumo durante à noite, para a especialista as refeições noturnas podem sim incluir a proteína basta escolher um dos vários cortes mais magros.

O quadro revelou ainda que há hoje no mercado uma variedade de cortes além da costelinha, bisteca, lombo e pernil, com as partes consideradas nobres como picanha, alcatra e filé mignon.

O trabalho do PNDS no Brasil, desde 2010, vem colhendo frutos pela disseminação de informações aos consumidores brasileiros, bem como a classe de médicos e nutricionistas. O espaço espontâneo e inserções da carne suína em matérias de televisão e revistas renomadas cresceram significativamente nesses anos. “Essa matéria da Record ficou excelente e precisamos ampliar a divulgação dela para milhares de consumidores, convocamos a todo o sistema nesse sentido. A realização de ações nacionais e parcerias que projetam a carne suína, a exemplo da Semana Nacional da Carne Suína, ajudam a efetivamente inserir a carne suína como produto e informação para os brasileiros” reforça a coordenadora do PNDS, Lívia Machado.

Veja matéria completa, clicando aqui!
Publicado em 29/09/2014

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas