ABCS avança nas negociações do FNDS

ABCS avança nas negociações do FNDS

Associação trabalha com foco em transformar credibilidade em sustentabilidade para a suinocultura brasileira

 

O FNDS (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura) é uma iniciativa da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS)  idealizada com o objetivo de capturar oportunidades e enfrentar desafios para fortalecer a cadeia produtiva. Lançado pela entidade no final de 2014, o FNDS foi desenvolvido para viabilizar as múltiplas ações necessárias a iniciativas de promoção, desenvolvimento e representação da suinocultura brasileira com base nos resultados já entregues pela entidade nacional desde 2010.

Nessa quinta-feira todo o trabalho da ABCS voltado para o mercado doméstico foi apresentado ao CEO Global da maior produtora de suínos do Brasil e uma das principais do mundo, Pedro Faria, e sua equipe em reunião realizada no escritório da multinacional em São Paulo.

A reunião teve participação, por parte da ABCS, do presidente, Marcelo Lopes; do diretor-executivo, Nilo de Sá, e da coordenadora do PNDS, Lívia Machado; e por parte da BRF, do CEO Global, Pedro Faria; do VP de Relações Corporativas, José Roberto Rodrigues; do diretor regional de Marketing, Sidnei Manzaro; e do gerente de Relações Institucionais, Guilherme Portella.

Na ocasião, as lideranças da BRF puderam conhecer detalhes das ações de marketing, de capacitação e campanhas de varejo desenvolvidas pela ABCS nos últimos anos.

“É uma conquista para a suinocultura brasileira o reconhecimento dos resultados do nosso trabalho pelo CEO Global da BRF, Pedro Faria, que  compartilha da visão de valorização do mercado interno. Seguiremos nessa negociação e acreditamos que a BRF pode potencializar de forma significativa os nossos trabalhos com a  sua adesão”, destacou o presidente da ABCS, Marcelo Lopes. Ainda segundo ele, “conquistar o apoio do maior produtor de suínos do país para o FNDS significa alcançar o objetivo e iniciar a virada da suinocultura.  Estamos muito confiantes que todos os produtores de suínos do país vão aderir a essa causa pelos resultados alcançados pelo PNDS desde 2010 e com as oportunidades do que temos a construir ”, ressaltou.

A BRF possui cerca de 365 mil matrizes o que representa, aproximadamente, 25% da suinocultura tecnificada no Brasil. A empresa é resultado da união entre Perdigão e Sadia, atua também em dezenas de outros produtos e tem presença global e mais de uma centena de países.

São Paulo confirma a sua participação no FNDS

A Fazenda Água Branca, uma das principais referências da suinocultura no Estado de São Paulo, aderiu ao FNDS em reunião realizada ontem entre a diretoria da ABCS e o produtor Olinto Arruda. Depois de conquistar adesão dos maiores produtores de Minas Gerais logo em seu lançamento, o FNDS também encontra apoio em um dos produtores de maior referencia do país.

“Sabemos da importância do trabalho da ABCS porque temos evidências de que a carne suína nunca teve este nível de visibilidade e divulgação. Se queremos manter e ampliar isso, somos nós produtores que devemos apoiar porque ninguém mais fará por nós”, resume o proprietário da Fazenda Água Branca, Olinto Arruda.

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas