FNDS conquista adesão de produtores da Região Sul

FNDS conquista adesão de produtores da Região Sul

O Grupo Schoeler Suínos confirmou a participação no fundo na última semana

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (FNDS) garantiu primeira adesão no sul do país.  O Grupo Schoeler Suínos, com unidades de produção nos estados do Paraná e Santa Catarina, confirmou a participação em abril. A empresa agrega mais 10,5 mil matrizes ao Fundo que já se aproxima de 200 mil matrizes, em cinco meses de atuação.

Idealizado pela Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) para viabilizar as múltiplas ações necessárias a iniciativas de promoção, desenvolvimento e representação da suinocultura brasileira com base nos resultados já entregues pela entidade nacional em parceria com o Sebrae Nacional desde 2010, o Fundo já conta com o apoio de produtores e da indústria em vários estados.

Conduzido pela família Schoeler, o grupo atua na suinocultura desde a década de 50 e acompanhou toda a transformação da produção de suínos brasileira que resultou numa carne saudável e de alta qualidade e hoje atua também como multiplicadora da DB em genética suína. “Decidimos apoiar por meio da adesão ao Fundo o trabalho realizado em benefício da suinocultura brasileira, pois o produtor precisa da mão da ABCS para se fortalecer e ampliar sua atividade de maneira sustentável”, explicou a conselheira da empresa Reni Schoeler.

A visão também é compartilhada por outro representante do grupo Maikel Schoeler: “uma entidade forte e unida tem maior possibilidade de lutar pelos interesses da cadeia, desde os pleitos com o governo para melhorar condições básicas até ações de marketing para divulgação do nosso produto que ainda precisa de mais visibilidade e quebra de paradigmas para alavancar o seu consumo no Brasil”, concluiu.

Para o presidente da ABCS, Marcelo Lopes, a decisão da família Schoeler de apoiar a atuação da ABCS dá novo impulso ao fundo e inspira produtores da região que já estão negociando sua adesão. “O FNDS é uma necessidade imperativa do setor. Nos últimos anos, entregamos resultados e avançamos em razão da parceria com o Sebrae, mas precisamos nos autofinanciar. Desse modo, a participação dos criadores é primordial. Convoco todos os produtores do sul do país a estarem conosco e vamos trabalhar nessa busca.”, enfatizou.

Produtores de Boituva (SP) também aderiram ao FNDS

Mais dois produtores do estado de São Paulo também aderiram ao FNDS. Os criadores José Ovídio Sebastiani e Renato Sebastiani, que também são proprietários do Frigorífico Cowpig, em Boituva, oficializaram a entrada no Fundo, no final de abril. O termo de adesão foi assinado pelo diretor do Cowping, Renato Sebastiani, durante reunião com a coordenadora do Projeto Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (PNDS), Lívia Machado.

" Acreditamos e apoiamos o trabalho da ABCS que é um exemplo para outros setores. Desde o início das ações percebemos um grande crescimento nas vendas de carne suína no varejo brasileiro. Como produtores de suínos também entendemos os benefícios desse trabalho”, ressaltou Renato Sebastiani.

Com as novas participações, o Fundo chega mais perto da meta planejada pela ABCS de alcançar 400 mil matrizes esse ano, 600 mil matrizes em 2016 e até 2017 atingir a 800 mil, meta necessária para manter o sistema sustentável e atuante. Até o momento as regiões Sudeste e Sul já confirmaram suas adesões.

“A família Schoeler e o frigorifico Cowpig dão um exemplo ao país. Já estamos em negociações com a Associação de Suinocultores do Espirito Santo (Ases) e do Distrito Federal através da sua entidade estadual, DFSUIN que já estão mobilizando seus produtores por entenderem a importância desse Fundo para o desenvolvimento da nossa suinocultura”, ressaltou a coordenadora do PNDS. “Tenho certeza que aos poucos teremos muitas adesões devido aos resultados e inovações que o FNDS, com o apoio do Sebrae Nacional, trará a suinocultura brasileira”, acrescentou.

Fonte: ABCS
Publicado em 04/05/2015

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas