2ª SNCS motiva mais de 1 milhão de clientes a comprar carne suína

2ª SNCS motiva mais de 1 milhão de clientes a comprar carne suína

Ação realizada pela ABCS gerou aumento de 236% de clientes no GPA

A 2ª Semana Nacional da Carne Suína (SNCS), realizada em 540 lojas em 17 estados, motivou 1,05 milhão de consumidores finais a comprar o produto resfriado e se consolidou como um grande sucesso para o setor. Em relação a 1ª edição da ação, realizada em outubro de 2013, o resultado representa mais que o dobro de clientes efetivos que compraram carne suína, ou seja, 117,8% de aumento. Na ocasião, foram ofertadas 42 variedades de corte da proteína em 258 produtos diferentes.

A ação é organizada pela Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) e pelo o GPA, maior varejista da América do Sul, por meio do Projeto Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (PNDS) e com apoio Sebrae Nacional.

Divulgados recentemente, os resultados traduzem a avaliação num período médio de oito meses, sendo o período da campanha, entre setembro e dezembro, que gerou um aumento direto de 126% de clientes comprando a carne suína resfriada. A ação consolida sua efetividade com a redução da ruptura de consumo nas lojas ao apresentar um crescimento de 110% de clientes nos meses imediatamente posteriores, de janeiro a abril, mantendo o consumo contínuo da proteína. Além disso, a carne suína ganhou penetração de cestas em todas as redes Extra e Pão de Açúcar, do GPA.

Somente na comparação com o mesmo período da primeira edição – realizada de 2 a 16 de outubro de 2013 que alcançou 77% de aumentos nas vendas –, houve incremento de 13% nas vendas diretas e 49,59% na comercialização delivery, a partir do site criado especificamente para promover a carne suína na 2ª edição da SNCS.

O gerente comercial do GPA, David Buarque, detalha que os resultados trazem a certeza de que o grupo seguirá investindo na carne suína e, certamente, apoiará a próxima edição da Semana Nacional da Carne Suína. “Nós costumamos apostar nos produtos que têm esta possibilidade de aumentar a penetração e a ABCS nos evidenciou isso. Já estamos trabalhando para participar da 3ª SNCS”, conta.

O executivo do GPA explicou que as estratégias mudaram entre as duas edições. Na primeira, a rede baixou os preços e obteve um pico de 77% de aumento nas vendas, que caíram a níveis pouco acima dos anteriores com o fim da promoção. Já na 2ª SNCS, a estratégia de “médio prazo” com quatro meses de campanha gerou crescimento no consumo durante o evento, bem como a demanda contínua, que foi cerca de 22% maior nos meses seguintes. A rede registrou maior crescimento nas lojas da bandeira Pão de Açúcar no período da ação e nas lojas Extra Supermercado esse ano.

Outros dados representativos mostram que 51% dos clientes compraram carne suína duas vezes ou mais durante o período da 2ª SNCS e 47% repetiram a escolha nos meses posteriores, até abril de 2015. Os resultados também mostram que a proteína conquistou novos consumidores, já que 46% dos clientes efetivos durante a campanha e 55% nos meses posteriores escolheram a carne suína pela primeira vez.

“Fica claro que o caminho para aumentar o consumo de carne suína na mesa do brasileiro é expandir estas campanhas no varejo e aumentar a oferta do produto. Comprovamos que se apresentarmos versatilidade de cortes e boa apresentação, aumentamos as vendas, já que no período da campanha, 54% dos clientes expandiram seus gastos com a proteína. A nossa ação e todo trabalho realizado por meio dessas duas edições efetivamente comprovam que a carne suína é uma opção rentável.  Com o aporte das indústrias e produtores, precisamos aumentar as redes participantes e expandir a ação pelo País.”, analisa a coordenadora do PNDS, Lívia Machado.

“É um case de sucesso para proteína animal do país e mostra que a suinocultura está no caminho certo. Se continuarmos com este trabalho, vamos conquistar o objetivo de ampliar o consumo de carne suína e trazer maior sustentabilidade para a cadeia de suínos nacional. Não resta dúvida que para aumentar a demanda devemos promover o produto. O espaço para crescer é muito vasto e outras redes estão interessadas”, comenta o presidente da ABCS, Marcelo Lopes.

Fonte: ABCS
Publicado em 22/05/2015

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas