ABCS empossa Conselho de Administração do biênio 2015/2017

ABCS empossa Conselho de Administração do biênio 2015/2017

A noite ainda teve espaço para a instalação da Frente Parlamentar Mista da Suinocultura

Em cerimônia marcada por homenagens e pelo reconhecimento do setor ao trabalho da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) em prol da suinocultura, o Conselho de Administração da entidade tomou posse, na noite desta quarta-feira (27), em Brasília. A nova gestão conduzirá a entidade no biênio 2015/2017.

O presidente Marcelo Lopes, à frente da Associação Nacional pela terceira vez, destacou os avanços da suinocultura brasileira, responsável pela 4ª maior produção mundial, e lembrou as conquistas recentes como o reposicionamento estratégico e político da associação e aumento do consumo da carne suína.

No discurso de posse, Lopes agradeceu o apoio das associações estaduais e regionais, suinocultores, autoridades, instituições parceiras e ao conselho da entidade formado por José Arnaldo Cardoso Penna, conselheiro financeiro; Paulo Lucion, conselheiro técnico; Valdecir Folador, conselheiro de relações de mercado; e Paulo Hélder Braga, conselheiro administrativo.

Legado

Presidente da ABCS desde 2011, a gestão de Lopes foi marcada pela entrega de serviços e produtos inéditos para todos os elos da cadeia produtiva como os manuais de “Produção de Suínos: Teoria e Prática” e “Industrialização de Suínos”, obras inéditas que se tornaram referência no setor.

Entre os principais resultados da entidade durante seu comando, o presidente ressaltou a ampliação do Projeto Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (PNDS) de sete para 16 estados, abrangendo os principais estados produtores. O projeto executado em parceria com o Sebrae Nacional é responsável pelo fomento do consumo da carne suína, por meio de ações de marketing e capacitação de produtores e profissionais. “Nosso setor é organizado e trabalha de forma conjunta por meio do PNDS com apoio de todas as associações afiliadas que dão vida ao projeto com as ações realizada em todo o país”, enfatizou.

“É uma satisfação participar desse esforço em prol do desenvolvimento da suinocultura.  O amplo reconhecimento desse trabalho, expressado aqui por meio de agradecimentos, comprovam que esse conselho está no caminho certo”, falou o gerente nacional de agronegócios do Sebrae Nacional, Enio Queijada, que esteve presente na cerimônia de posse.

Outra conquista comemorada na Posse foi a criação do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (FNDS) que com menos de seis meses de existência ultrapassou 230 mil matrizes. O Fundo vai possibilitar a continuação das ações desenvolvidas por meio do PNDS e trazer sustentabilidade à cadeia. Um dos primeiros produtores a aderir o Fundo, Olinto Arruda, comentou a importância da iniciativa. “Os dirigentes da ABCS e equipe estão de parabéns por estarem sempre atentos às demandas do setor. O FNDS é mais uma dessas ações que atende uma necessidade antiga do setor e permitirá um posicionamento estratégico e a competição no mercado”, disse.

A aprovação da gestão empossada vem de todos os elos da cadeia suinícola. “A representatividade congregada nessa posse com presença de iniciativa pública, lideranças mostra a efetividade do trabalho desenvolvido e aproximação desta entidade”, disse o diretor presidente da DB-Genética Suína, Décio Bruxel.

Homenagens

As homenagens de produtores e equipe da ABCS destacaram a dedicação de Lopes à suinocultura e se estenderam também à família, que diariamente apoia, compreende e cede aos interesses da entidade em prol do setor suinícola. Representando os produtores de todo o Brasil, a Associação dos Suinocultores do Vale do Piranga (Assuvap), Associação dos Suinocultores do Triangulo Mineiro e Alto Paranaíba (ASTAP) e a Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais (ASEMG) entregaram uma placa em reconhecimento ao trabalho desempenho na liderança do setor.

A cerimônia contou com a presença de parceiros como o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Sebrae Nacional, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), representado pelo secretário-executivo, Daniel Carrara, parlamentares, associações afiliadas estaduais e regionais, além de líderes do setor.

Instalação da Frente Parlamentar Mista da Suinocultura

A cerimônia de posse do Conselho da ABCS abriu espaço também para a instalação simbólica, junto aos produtores, da Frente Parlamentar Mista da Suinocultura, oficializada no Congresso Nacional em abril. Encarregada da representação dos suinocultores no poder legislativo federal, a Frente é composta por 208 parlamentares de vários estados brasileiros.

Ao falar aos suinocultores, o presidente da Frente, o deputado Covatti Filho, enfatizou o comprometimento dos parlamentares em atuar em defesa dos interesses da categoria. “Vamos erguer a bandeira da carne suína”, conclamou.

O deputado enalteceu a organização dos suinocultores brasileiros que permitiu a superação da crise que atingiu a atividade em 2012. A movimentação da categoria e o esforço político da ABCS, culminou na criação naquele ano da Frente Parlamentar da Suinocultura, reativada esse ano. “Com a liderança do Marcelo no setor, estamos no caminho certo para a vitória”, concluiu.

A coordenadora da Frente, a senadora Ana Amélia, não pode estar presente na ocasião, mas enviou uma mensagem para os produtores. “Serei a representante do Senado dessa combativa Frente que vai defender essa cadeia produtiva com papel relevante no agronegócio brasileiro”, disse.

A prioridade da Frente Parlamentar Mista da Suinocultura nos próximos meses é o trâmite do Projeto de Lei da Integração (6459/2013) que estabelece regras para o relacionamento entre produtores e agroindústria, tais como remuneração adequada, qualidade de insumos, entre outros.

Para orientar os parlamentares em relação às demandas políticas, a ABCS publicou o Panorama Setorial, um dossiê detalhado da suinocultura que copila todas a pauta políticas como a inclusão da carne suína na política de garantia de preços mínimos, aperfeiçoamento dos créditos ABC e Inovagro e mais investimento para programas de sanidade suídea. O Panorama da Suinocultura pode ser acessado no site da entidade.

Fonte: ABCS
Publicado em 28/05/2015

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas