Santa Catarina recebe 4ª edição do Fórum de Baixa Emissão de Carbono

Santa Catarina recebe 4ª edição do Fórum de Baixa Emissão de Carbono

Mais de 90 participantes prestigiaram o evento na sede da Embrapa Suínos e Aves, em Concórdia

 

Foi realizada nesta quinta-feira (17), em Concórdia-SC, a 4ª edição do Fórum sobre Suinocultura de Baixa Emissão de Carbono. Mais de 90 pessoas, entre produtores, gerentes de granjas, consultores, estudantes e demais profissionais da área, participaram do evento, na sede da Embrapa Suínos e Aves. A ação foi promovida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e realizada por meio da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), com apoio do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), da Embrapa Suínos e Aves, do Sebrae Nacional, e do Banco do Brasil.

Concórdia está localizada a 459 Km da capital Florianópolis e tem sua economia baseada na suinocultura. No Fórum, os participantes assistiram palestras sobre o Plano ABC e o Projeto Suinocultura de Baixa Emissão de Carbono; tecnologias de produção mais limpa; geração de renda a partir dos dejetos; viabilidade econômica para tecnologias de baixa emissão de carbono; e oportunidades de financiamento.

O evento é resultado de uma série de pesquisas feitas ao longo de um ano para avaliar e disseminar alternativas economicamente viáveis para o tratamento de dejetos oriundos da produção suinícola. A ação atende as propostas do Plano de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (Plano ABC) e integra do Projeto Suinocultura de Baixa Emissão de Carbono, que tem como objetivo tratar cerca de 4,4 milhões de metros cúbicos de dejetos animais até 2020.

Marcelo Lopes, presidente da ABS, explica que o Fórum também atende aos interesses do Protocolo de Intenções celebrado entre o setor suinícola e o Mapa, em 2014. “A sustentabilidade na suinocultura, assim como nos demais setores produtivos, tem sido um dos principais desafios do agronegócio. Por meio de inciativas como essa damos nossa contribuição para a cadeia suinícola, ao transmitir informações que corroboram com o desenvolvimento e a qualidade da produção suinícola brasileira”, destacou.

Cleandro Pazinato, consultor do Mapa e ministrante da palestra “Tecnologia de Produção Mais Limpa na Suinocultura Brasileira”, comentou a importância do evento realizado em Concórdia. “Esse Fórum sendo realizado aqui na sede da Embrapa, em Concórdia, tem um significado todo especial, porque quando demos início ao Projeto Suinocultura de Baixa Emissão de Carbono a entidade foi uma das primeiras a apoiar a iniciativa tanto na fase de elaboração e desenvolvimento quanto nesse momento final em que estamos divulgando o resultado desses estudos. Além disso, Santa Catarina é o maior produtor de carne suína do país, então não poderia ficar de fora dessa ação que traz importante informações sobre soluções ambientais e economicamente viáveis, capazes de promover a sustentabilidade da produção”.

Participante do evento, o produtor Renato Baccin, destacou que o incentivo das entidades envolvidas no projeto tem sido fundamental para o desenvolvimento do setor. “Fomentar as novas tecnologias e mostrar a viabilidade econômica e ambiental desses instrumentos é o principal ponto desse Fórum. Aprendemos que a adoção dessas medidas agrega valor ao nosso produto a partir do momento em que transformamos aquilo que antes era um problema, que é o caso dos dejetos provenientes da produção, em uma solução efetiva e rentável”.

O Fórum Sobre Suinocultura de Baixa Emissão de Carbono é gratuito e, até o momento, já passou pelos estados de Minas Gerais, Paraná e Goiás. No próximo dia 01 de abril será a vez dos produtores de Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso, receberem a ação.

 

Fonte: ABCS

Publicado em 18/03/2016

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas