Baixa emissão de carbono e bem-estar animal são debatidos na AveSui

Baixa emissão de carbono e bem-estar animal são debatidos na AveSui

Fórum promovido pela ABCS e Mapa reuniu profissionais e lideranças do setor

Um público de mais de 80 pessoas, entre produtores, profissionais e lideranças do setor suinícola acompanhou o Fórum Sobre Suinocultura de Baixa Emissão de Carbono e Bem-Estar Animal, realizado nesta quarta-feira (04), na Feira da Indústria Latino-Americana de Aves e Suínos 2016 (AveSui), em Florianópolis-SC. O evento integrou a programação do XV Seminário Técnico Científico de Aves e Suínos.

Resultado da parceria entre a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), a Embrapa Suínos e Aves, e o Sebrae Nacional, o Fórum tratou sobre o Plano ABC e o Projeto Suinocultura de Baixa Emissão de Carbono, tecnologias de produção mais limpa, viabilidade econômica e geração de renda a partir de tecnologias de baixa emissão de carbono, oportunidades de financiamento e linhas de crédito, e bem-estar animal.

O diretor executivo da ABCS, Nilo de Sá, foi o coordenador do Fórum e destacou a relevância do debate para o setor. “São dois assuntos muito atuais e de extrema relevância para os produtores. O bem-estar animal é uma forte tendência que deve ser considerada pelos produtores para a avaliação do futuro de seu negócio. Já a suinocultura de baixa emissão de carbono precisa ser vista não só pelas exigências de cunho ambiental, mas também pelas oportunidades de geração de renda através da utilização dos resíduos. Com isso, a ABCS cumpre seu papel de representante dos suinocultores e contribui com a sustentabilidade da cadeia”, enfatizou.

Entre os temas debatidos, o consultor do Mapa Cleandro Pazinato, apresentou a palestra "Tecnologias de Produção Mais Limpa na Suinocultura Brasileira”. Na oportunidade, Pazinato também falou da nova cartilha do Ministério, que traz cases positivos para a implantação de tecnologias de produção mais limpa e aproveitamento dos resíduos da produção de suínos.

O Fórum contou ainda com palestras do fiscal agropecuário do Mapa, Sidney Medeiros; do consultor do Mapa, Fabiano Coser; do representante do Banco do Brasil, Rossimar Malcorra; e do médico veterinário e consultor da Integrall, Iuri Machado, que falou sobre bem-estar animal e apresentou a série inédita de cartilhas do mesmo tema, lançada em março deste também por meio de uma parceria entre o Mapa, ABCS, Embrapa e Sebrae Nacional.

Segundo Iuri Machado, o suinocultor precisa estar atento para as questões de meio ambiente e bem-estar animal. “São temas que atendem não somente as demandas da suinocultura, mas também da sociedade de um modo geral. O consumidor está exigindo uma maior atenção com isso e, ao mesmo tempo, são questões que podem trazer mais benefícios para o produtor, seja na questão dos custos, com o reaproveitamento dos resíduos da produção, seja na melhoria da produtividade com os cuidados de bem-estar animal”, afirmou.

O médico veterinário Valmir Costa foi um dos participantes do evento e falou da importância do Fórum para o desenvolvimento da suinocultura brasileira. “Tanto a suinocultura de baixa emissão de carbono quanto o bem-estar animal são temas importantes para a sociedade como um todo, porque a emissão de carbono, por exemplo, se não for coibida o quanto antes vai trazer muitos problemas para a posteridade. Então acho de extrema relevância o setor discutir esse assunto e buscar formas de sanar essas questões”.

 

Fonte: ABCS

Crédito foto: Maycon Silva / AveSui

Publicado em 05/05/2016

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas