Comitiva brasileira participa de cerimônia da OIE em Paris

Comitiva brasileira participa de cerimônia da OIE em Paris

Missão será marcada pela entrega da certificação de área livre de PSC, além de reuniões com entidades da suinocultura francesa

 

Uma comitiva formada por profissionais da suinocultura brasileira e integrantes da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) participa no próximo dia 26 de maio da Assembleia Geral da Organização Mundial da Saúde Animal (OIE), em Paris, em que será entregue a certificação de área livre de Peste Suína Clássica. O grupo já se encontra na capital francesa, onde também cumprem agenda para conhecer a cadeia da França e discutir o tema bem-estar com órgãos do país.

Denominada Missão Técnica Paris, a viagem incluirá além da participação na cerimônia da OIE, visita ao Institut De L’elevage – IDELE Luc Mirabito, referência nas em bem estar animal; reunião no Ministério de Agricultura da França; reunião no Institut du Porc e Choice Genetics; e encontro com integrantes do INAPORC e Office International De La Viande (OIV), associações de produtores e profissionais da suinocultura francesa.

Marcelo Lopes, presidente da ABCS, destaca que a importância da Missão para o fortalecimento e desenvolvimento da suinocultura brasileira. “Ter um grupo como este, formado por importantes profissionais da suinocultura do nosso país, participando da cerimônia de entrega da certificação da OIE demonstra o comprometimento do nosso setor com a produção de suinícola. Além disso, a missão será uma grande oportunidade de conhecer e trocar experiências com aqueles que fazem a suinocultura francesa, reconhecida mundialmente pela sua qualidade e eficiência”, afirma.

A missão acontece até o dia 28 de maio e foi organizada junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Itamaraty e Câmara de Comércio França Brasil, entidades de apoio e incentivo ao desenvolvimento da cadeia suinícola brasileira. Participam da missão suinocultores e profissionais do Mato Grosso e Goiás.

Certificação OIE

Na cerimônia do dia 26 de maio, 14 estados receberão o documento oficial que comprova a área livre de Peste Suína Clássica: Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Tocantins, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Sergipe, Rondônia, Acre e Distrito Federal. Também estão nessa lista os municípios de Guajará, Boca do Acre, sul do município de Canutama e sudoeste do município de Lábrea, no Amazonas. No Brasil, apenas os estados do Rio Grande Sul e Santa Catarina possuíam a certificação, conquistada em maio de 2015.

Segundo Nilo de Sá, diretor executivo da ABCS, o reconhecimento representa uma grata vitória para a cadeia suinícola brasileira. “Essa conquista reforça o empenho do Ministério da Agricultura, das defesas estaduais e da iniciativa privada em defender a sanidade do rebanho suinícola brasileiro. Futuramente a certificação poderá ser uma condição obrigatória para a exportação da carne suína. Logo, é um passo importante para que o Brasil se afirme, cada vez mais, como grande exportador da proteína”, destacou.

 

Fonte: ABCS
Publicado em 23/05/2016

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas