Semana Nacional da Carne Suína confirma seu impacto na suinocultura brasileira

Semana Nacional da Carne Suína confirma seu impacto na suinocultura brasileira

Os números anunciados pelas bandeiras reafirmam a campanha como a maior vitrine da proteína no varejo brasileiro

A Semana Nacional da Carne Suína (SNCS) de 2017 conclui sua campanha com crescimento de vendas comprovado nas quatro redes de varejo participantes: Comper, Extra e Pão de Açúcar, Oba Hortifruti, St. Marche. O resultado positivo reforça a efetividade da estratégia da Associação Brasileira de Criadores de Suínos (ABCS) com apoio do Sebrae, em ampliar a oferta da proteína no mercado interno, oportunizando benefícios diretos aos produtores de suínos que impactam no aumento da competitividade a toda cadeia suinícola.

Realizada em quase 600 lojas distribuídas em 18 estados, a SNCS ampliou sua atuação para diferentes segmentos como varejo de luxo, hortifrúti, hipermercados e supermercados, dando origem a campanhas inéditas com viés educativo e maior oferta de carne suína para públicos distintos. Além disso, a ABCS desenvolveu uma metodologia exclusiva de treinamento para cada rede, capacitando cerca de 1.800 profissionais do varejo em 54 ações.

O GPA, maior grupo de varejo do Brasil, trabalhou com 36 opções de carne suína nas gôndolas, resultado da parceria de longa data com a ABCS, e conquistou mais clientes em 2017 durante o período de 26 de setembro a 19 de novembro. De acordo com balanço divulgado pela rede, a bandeira Pão de Açúcar registrou crescimento de 22% e o Extra de 20%, em comparação com a campanha realizada no ano passado.

O gerente comercial do GPA, David Buarque, avalia de forma positiva a participação das duas bandeiras. “Tanto Extra quanto Pão de Açúcar apresentam aumento progressivo nas vendas a cada edição da Semana Nacional da Carne Suína. Esta é uma categoria com crescimentos constantes na rede, com destaque para a variedade dos produtos e frequência, culminando em um bom atendimento à necessidade dos nossos clientes”.

Já o St. Marche, maior rede de supermercados premium em números de lojas, apresentou crescimento de 143% em vendas e 174% em volume, comparado ao primeiro trimestre de 2017. Tendo como ponto forte a curadoria e indicação de produtos, a rede trabalhou durante os dias 26 de setembro a 12 de outubro com 25 opções de porcionamento da proteína e investiu em cortes diferenciados como o filé-mignon suíno, picanha e prime rib, por exemplo, para conquistar os clientes das 18 lojas e do Empório Santa Maria.

Fabiana Farah, coordenadora de perecíveis da Rede St. Marche, afirma que a parceria com a ABCS despertou o cliente para a carne suína nas lojas. “Descobrir o potencial da proteína para o nosso varejo e levar informações de saudabilidade, qualidade e cortes diferenciados para o cliente Marche foram os principais retornos. Este foi o primeiro passo para crescermos no dia a dia com os cortes suínos, oferecendo o melhor para os nossos clientes”, destaca.

A rede Oba Hortifruti, rede referência do segmento no país, estendeu a campanha até o dia 22 de outubro em duas regiões e registrou nas lojas de São Paulo 80% de crescimento nas vendas de carne suína em relação ao mesmo período do ano anterior. O diretor comercial do Oba Hortifruti, Francisco Homsi explica que mesmo com os produtos em oferta houve um aumento de geração de caixa.

“Participar da SNCS foi um marco para o Oba Hortifruti porque ressignificou a forma como entendemos e comercializamos a carne suína, além de impactar diretamente no nosso conhecimento de produto e nas nossas práticas de vendas. Por ser o nosso primeiro ano participando da campanha, ficamos muito satisfeitos com o resultado alcançado e com o engajamento de nossas equipes”, pontua Homsi.

O Comper, que faz parte da maior rede de supermercados do centro-oeste, registrou um aumento de 10% nas vendas em relação ao mesmo período de 2016. O diretor-comercial nacional de perecíveis da rede, Daniel Watanabe, diz que esse resultado é reflexo dos treinamentos realizados e todo suporte durante a SNCS.

“Buscamos fazer com que os nossos clientes e funcionários tivessem mais acesso à informação e conhecimento sobre a carne suína e que desmitificassem a imagem formada anteriormente em relação a ela. Assim, mostramos os seus benefícios, os modos de preparo e de que maneira as pessoas poderiam se aproveitar ao máximo em termos de qualidade de vida ao consumir esse tipo de proteína em sua alimentação”, completa.

O presidente da ABCS, Marcelo Lopes, comemora o crescimento nas vendas e a abertura de novos mercados no varejo brasileiro e reforça a efetividade da campanha. “A SNCS é responsável por transformar a categoria de suínos nas redes participantes, aumentando sua popularidade entre os consumidores, resultando em um salto na penetração das cestas e na frequência de compras”.

Para o gestor nacional da unidade de atendimento setorial agronegócios do Sebrae, João Fernando Nunes, a SNCS gera resultados efetivos para o setor suinícola. “O Sebrae apoia e participa desta iniciativa que amplia as oportunidades de competitividade aos produtores de suínos brasileiros e gera desenvolvimento para toda a cadeia produtiva. Os resultados mostram que a carne suína ocupará novas lacunas no varejo através desta iniciativa”.

A Semana Nacional da Carne Suína é uma iniciativa da ABCS, em parceria com o Sebrae Nacional e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), e conta com o apoio da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Associação Brasileira de Supermercados (Abras), Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e da Embrapa Suínos e Aves.

Fonte: ABCS.

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas