ABCS apresenta relatório com resultados de 2017 do Protocolo de Intenções com MAPA

ABCS apresenta relatório com resultados de 2017 do Protocolo de Intenções com MAPA

Levantamento revela que desde o início da parceria cerca de 9 mil colaboradores do setor foram capacitados

O Protocolo de Intenções celebrado entre a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) possibilitou a capacitação de quase 9 mil produtores, fornecedores e colaboradores da suinocultura ao longo de quatro anos, por meio de materiais técnicos que apontam os caminhos para a adoção de boas práticas agropecuárias.

A ABCS desenvolveu um levantamento com o balanço de todas as ações e materiais produzidos em virtude da assinatura do Protocolo, que é fruto de diálogo sobre bem-estar animal iniciado entre as entidades em 2014. Entre elas, estão os Fóruns Regionais de Bem-Estar Animal e Suinocultura de Baixa Emissão de Carbono, que em 2017 capacitaram cerca de 2 mil colaboradores.

No relatório também constam informações detalhadas sobre as formações nos anos 2015 e 2016, em conjunto com os parceiros Fundo de Desenvolvimento e Defesa do Saneamento Animal (FUNDESA), Sebrae, Embrapa Suínos e Aves e as afiliadas estaduais da ABCS.

De acordo com a Chefe de Elaboração de Projeto da Coordenação de Boas Práticas e Bem-Estar Animal do MAPA, Lizie Buss, a expectativa é que em 2018 as ações mantenham o ritmo acelerado de capacitações. “Por se tratar de um trabalho de educação e sensibilização, é um processo que não tem prazo de validade. Seguiremos levando informações de qualidade, com foco na sustentabilidade e ética, promovendo mudanças significativas para o setor e preparando os profissionais para as demandas de mercado”.

Consultorias e materiais técnicos

Para auxiliar os profissionais do setor e embasar as capacitações, a ABCS produziu materiais que abordam as boas práticas e o bem-estar animal na suinocultura. O Manual Brasileiro de Boas Práticas Agropecuárias na Produção de Suínos, feito em 2011, traz informações de aplicabilidade prática na atividade, com foco no resultado técnico, econômico e na qualidade do produto ­final; o livro "Produção de Suínos - Teoria e Prática", lançado em 2014, aborda o bem-estar em todas as fases da produção de suínos; e o Manual de Industrialização de Suínos, produzido em 2015, trata desde a fase de preparação dos animais na granja, como técnicas de transporte e recepção dos animais e  a forma como os cuidados influenciam na qualidade da carne.

O MAPA desenvolveu dois materiais com a mesma temática, com destaque para questões políticas e econômicas. O projeto Diálogos Setoriais tem como objetivo contribuir para o progresso e o aprofundamento da parceria estratégica e das relações bilaterais entre o Brasil e a União Europeia por meio do apoio ao intercâmbio de conhecimentos técnicos. Já o projeto Suinocultura de Baixa Emissão de Carbono tem o intuito de avaliar e divulgar alternativas economicamente viáveis para o tratamento de dejetos na suinocultura.

A série de cartilhas “Bem-estar na produção de suínos”, foi desenvolvida em 2016 pela ABCS com apoio do Sebrae Nacional, MAPA, Embrapa, Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), e resultou em consultorias técnicas para colaboradores das granjas, que buscam capacitar profissionais envolvidos diretamente no manejo dos suínos promovendo o bem-estar animal em três frentes.

No módulo I, os participantes aprenderam sobre os parâmetros de alojamento e manejo nas granjas, promovendo o bem-estar dos suínos durante todas as fases do processo de criação; em 2017 foram realizados 13 treinamentos em 6 estados, capacitando 722 produtores. Já no módulo II, que tem foco no embarque e transporte da granja para a indústria, foram 1.292 pessoas instruídas, em 8 estados, totalizando 26 capacitações neste segundo ano de divulgação das cartilhas. E o terceiro módulo, com instruções sobre desembarque, recepção e abate no frigorífi­co, contou com 911 colaboradores de 11 estados, em 24 treinamentos ao longo deste ano.

O diretor executivo da ABCS, Nilo de Sá, destaca a importância das ações conjuntas e da constância na parceria com o MAPA. “O trabalho desenvolvido não é rápido, mas os resultados já estão aparecendo, através de medidas que irão melhorar as práticas nas granjas e fomentar a melhoria na atividade”.

A ABCS leva continuamente ao governo o posicionamento do setor e se mostra atenta à realidade de cada região, à necessidade de mudanças na legislação e aos anseios do mercado consumidor. Marcelo Lopes, presidente da entidade, afirma que para os próximos anos estão previstos mais palestras e capacitações que abordem o material técnico produzido em torno do assunto. “A ABCS pretende continuar conduzindo o assunto de forma educativa e auxiliando o produtor suinícola em sua adaptação às tendências de mercado, de forma a garantir a sua competitividade”.

Para ter acesso ao material, clique aqui.

Fonte: ABCS.

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas