ABCS debate melhorias para produtores integrados em reunião da CNA

ABCS debate melhorias para produtores integrados em reunião da CNA

O encontro teve como objetivo discutir a crise do setor e a situação contratual dos produtores integrados perante as integradoras

A Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) participou, nesta segunda-feira (07), da primeira reunião deste ano da Comissão Nacional de Aves e Suínos da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). O encontro teve como objetivo discutir a crise da avicultura e suinocultura, além da situação contratual dos produtores integrados perante o momento de incerteza das integradoras.

Para a ABCS, debater o sistema integrado é uma forma de atender uma grande parte dos seus produtores, visto que atualmente cerca de 40% dos suinocultores brasileiros são integrados.  “A reunião da CNA é uma forma de pleitear melhorias para o setor por meio da união dos suinocultores integrados que, desta forma, procuram mitigar riscos e alinhar parâmetros produtivos”, ressaltou Marcelo Lopes, presidente da ABCS.

Com o intuito de relatar a dimensão do setor produtivo de integrados, o presidente da Comissão, Iuri Pinheiro Machado, propôs a criação de um Grupo de Trabalho (GT), o qual terá como objetivo reunir dados que mostrem o tamanho e o impacto da produção integrada no Brasil. “Pretendemos deixar claro que o integrado não é um mero fornecedor, ele coloca investimento significativo na produção, além de ter toda a responsabilidade passiva trabalhista e ambiental daquela atividade.  Sendo assim, o levantamento é para mostrar que esse ativo do produtor é importante dentro de toda a cadeia de integração”, explicou.

Machado ressaltou que a atual recessão no setor reduziu os abates em muitas unidades e esta situação gerou um cenário de insegurança para os produtores.  “A integração deve garantir ao produtor que ele esteja imune as questões de mercado, custo de produção e venda do produto. Desta forma, se em momentos de crises econômicas o produtor integrado tiver que pagar a conta para integradora, então na oportunidade que se reverter essa conjuntura e ficar favorável, terá que ser mais rentável para o produtor – entretanto, sabemos que isso não acontece. Dentro do princípio da integração, esperamos que o produtor não tenha sua granja prejudicada por conta da atual circunstância”, frisou.

Para o Consultor Administrativo Financeiro da Associação de Produtores Integrados de Suínos do Mato Grosso (Aprismat), Pablo Artifon, participar da Comissão é sempre importante e na conjunção atual os encontros se tornam ainda mais estratégicos. “Os participantes trocam experiências e buscam maneiras mais sistêmicas para lidar com a agroindústria. Nesta primeira reunião do ano tivemos informações consistentes e assim conseguimos trocar dados para buscarmos melhores negociações com as integradoras”.

Ainda durante o encontro foi apresentada uma pesquisa realizada pela CNA sobre a situação da implementação das Comissões para Acompanhamento, Desenvolvimento e Conciliação da Integração (CADEC) em diferentes estados. O estudo mostrou os principais gargalos que ainda existem para efetivar a instalação das CADECs e de acordo com os dados, a grande maioria ainda não tem regimento interno definido, poucas possuem assessoria jurídica para auxiliar nos entraves contratuais e somente algumas estão operando com contratos novos firmados de acordo com a Lei da Integração.

O presidente da Associação dos Produtores Integrados de Suínos do Estado de Minas Gerais (Aproimg), Thiago Silveira, afirmou que a pesquisa apresenta um retrato do campo. “Após o diagnóstico do estudo temos que traçar um plano estratégico para mitigar os problemas da crise que o setor vem enfrentando”.  Silveira pontuou que o levantamento deve ser feito mensalmente, para que se possa ter dados reais da implementação das CADECs.

A Comissão Nacional de Aves e Suínos da CNA se reúne, em média, três vezes ao ano e o próximo encontro deverá ocorrer ainda no primeiro semestre de 2018.

Fonte: ABCS.

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas