ABCS lança cartilha online sobre erradicação e combate da PSC e PSA

 

A entidade nacional entrega mais um material técnico com o foco na sanidade da cadeia suinícola para reduzir o risco da entrada de doenças no país e nas granjas


Neste mês a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) lançou mais um grande material institucional, a cartilha online: Prevenção e Controle - Peste Suína Clássica (PSC) e Peste Suína Africana (PSA). Disponível apenas no site da ABCS, o livreto é extremante didático e conta com diversas ilustrações para explicar as normas de biosseguridade.

Segundo o presidente da ABCS, Marcelo Lopes, a iniciativa ocorreu devido aos recentes casos de PSA na Ásia e Europa e também por conta dos casos pontuais de PSC no Ceará e no Piauí. “É essencial que medidas preventivas sejam prioritárias na cadeia suinícola nacional. Nós precisamos fazer nosso dever de casa e o material está disponível para todos”, destaca Lopes.

A cartilha está disponível no site da ABCS e é uma das maneiras de auxiliar os profissionais da suinocultura sobre os perigos que existem e as medidas de prevenção que devem adotar como padrão no dia a dia das granjas. Dividido por doença (PSA e PSC), o material traz os seguintes temas: políticas de biosseguridade; como evitar a transmissão; prevenção e controle; medidas a serem tomadas no foco e por último algumas medidas realizadas pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) para prevenir a entrada dos vírus.

O material foi elaborado em conjunto com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), a Associação Brasileira das Empresas de Genética de Suínos (Abegs), a Associação Brasileira dos Médicos Veterinários Especialistas em Suínos (Abraves) e a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e faz parte do Workshop sobre Doenças Virais de Importância na Produção de Suínos. Para a diretora técnica da ABCS, Charli Ludtke, o objetivo dos organizadores é manter a sanidade da produção suinícola nacional, por meio do aprimoramento da informação.

Charli lembra ainda que o feedback dos participantes e das afiliadas da ABCS que já participaram do Workshop e tiveram contato com a Cartilha está muito positivo. “Ao proporcionar conhecimento técnico, por meio de matérias didáticos e palestras, a ABCS e os outros realizadores estão convocando toda a cadeia para compartilhar responsabilidades e auxiliar na melhoria da biosseguridade em defesa da sanidade do rebanho suinícola brasileiro”.

Para o presidente da Comissão de Aves e Suínos da CNA, Iuri Machado, o material pode auxiliar a cadeia suinícola a conquistar mais mercados consumidores, pois ele é totalmente informativo e foi publicado em um momento oportuno.

“O Brasil é o quarto maior produtor e exportador de carne suína no mundo, se tornando cada vez mais competitivo e fazendo com que a nossa proteína suína seja consumida em mais de 100 países. Para que possamos manter o protagonismo, devemos preservar nosso maior diferencial competitivo que é a sanidade. É obrigação dos profissionais envolvidos na atividade, conhecer as doenças que estão ameaçando mundialmente a suinocultura e, principalmente, adotar medidas de biosseguridade para reduzir o risco da entrada destas doenças no país e nas granjas. O produtor tem que estar ciente que a última e mais importante barreira para estas enfermidades são as medidas de biosseguridade que ele adota na própria granja”, explica Machado.

Confira a cartilha online aqui : Prevenção e Controle - Peste Suína Clássica (PSC) e Peste Suína Africana (PSA).

Fonte: ABCS

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas