Associações do Sistema ABCS e parceiros da entidade desenvolvem iniciativas inovadoras para apoiar produtores e instituições sociais durante a pandemia

De distribuição de álcool em gel a doações de alimento, gestos simples representam uma grande contribuição em um momento tão delicado

 

Em tempos de pandemia, com o avanço da Covid 19, os desafios sanitários e econômicos a serem enfrentados mostram que é cada vez mais necessário ter empatia e uma consciência coletiva. E, já familiarizados com o espírito colaborativo, os integrantes da cadeia da suinocultura, que trabalham diariamente em conjunto para garantir a alimentação de milhares de brasileiros, se uniram em prol de produtores, trabalhadores do setor e instituições que ajudam famílias carentes, e colocaram em prática o amor ao próximo com atitudes inspiradoras.

As afiliadas da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) e frigoríficos parceiros, contribuintes do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura, realizaram ações sociais com distribuição de alimentos , doação de produtos para higiene e orientações com informações sobre cuidados com saúde, com o intuito de apoiar quem mais precisa.

Para a diretora de marketing e projetos da ABCS , Lívia Machado, essas iniciativas são positivas e muito válidas para enfrentar a doença e seus impactos. “Esses gestos nos ajudam a minimizar as dificuldades e representam o nosso principal recurso para lidar com este momento e superá-lo da melhor maneira possível”, ressaltou. Ainda segundo a diretora de marketing, a ABCS apoia e parabeniza essas iniciativas, acompanha e valoriza os esforços de cada um pelo bem estar de todos.

Alimentação e saúde: necessidades mais urgentes

A Associação dos Granjeiros Integrados do Estado de Goiás (Agigo) participa do Comitê de Enfrentamento Social e Econômico ao Coronavírus, que realiza ações econômicas e sociais em Rio Verde (Goiás), buscando atender pessoas em situação de vulnerabilidade e também implementar ações para a recuperação econômica da região. E, como uma medida de assistência e solidariedade às famílias mais carentes da região, foram doadas 120 cestas básicas com alimentos e materiais de higiene pessoal e limpeza. O planejamento das doações foi feito de forma virtual, por meio de chamadas de vídeo e as entregas estão sendo feitas pela prefeitura do município, que tem a lista das famílias mais necessitadas por meio do Cadastro Único.

O período delicado também gerou preocupação da Associação dos Criadores de Suínos do Distrito Federal (DFSuin), que realizou uma doação, por meio três produtores associados e uma agroindústria, em que foi entregue uma tonelada e meia de carne suína ao Banco de Alimentos da Ceasa. A doação vai beneficiar 29 instituições de caridade, ajudando 2.500 pessoas em vulnerabilidade social. As entregas foram feitas com os devidos cuidados de toda a equipe, higienização de mãos e equipamentos, além de uso de luvas e máscaras.

A ideia da ação surgiu de um produtor e a iniciativa foi ampliada para outros dois produtores, que também apoiaram a ideia. Os suínos foram abatidos no frigorifico Sabugy e o transporte até o banco de alimentos da Ceasa foi feito pela Secretaria de Agricultura.

Informação também vale!

Na busca constante de defender e fortalecer a suinocultura da sua região, a  Associação dos Suinocultores do Vale do Piranga (Assuvap), com apoio da Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais (Asemg) desenvolveu uma campanha direcionada para donos de açougues e contribui com orientações acerca da realização de vendas por ferramentas digitais e telefonia , por meio de delivery.

Intitulada “Para Além do Balcão”, a campanha tem como objetivo estimular os pequenos e médios açougues parceiros da associação estadual a desenvolverem produtos e serviços que mantenham a conexão junto ao cliente, neste momento de isolamento social.

A ação traz publicações para whatsapp e outras redes sociais com informações voltadas tanto para orientar os proprietários desses pequenos negócios, quanto para que eles utilizem esse material junto aos seus clientes.

Frigoríficos parceiros também fizeram a sua parte

Com o objetivo de “amparar quem não deixa o Brasil parar”, o frigorifico Suinco, localizado em Patos de Minas (MG) uniu esforços junto ao Baratão Supermercados, a Gaúcha Alimentação Coletiva e a Polícia Rodoviária Federal. Solidários aos caminhoneiros, distribuíram nos dias 2, 3, 6 e 7 de abril, marmitex e água mineral a esses trabalhadores que passaram pelo posto da PRF, em Patos de Minas, na rodovia BR 365, Km 413.

Esse auxílio prestado àqueles que contribuem para o abastecimento de todo o país, possibilitando que o alimento chegue às casas das famílias brasileiras, foi muito bem recebido. A iniciativa começou após os relatos dos caminhoneiros sobre as dificuldades que estão enfrentando, com o fechamento da maioria dos pontos de apoio nas estradas para a sua alimentação e higienização, devido as recomendações do Ministério da Saúde para prevenção à Covid 19. Em média, foram entregues 100 marmitas por dia. Todos os devidos cuidados foram tomados, como o uso de máscara, luva e álcool em gel.

O  frigorífico Saudali, localizado em Ponte Nova (MG), já beneficiava cerca de 30 jovens por meio do projeto social Atleta Saudali desde 2018. Os jovens recebem auxílio material esportivo e auxílio cultural e 7 deles ganhavam cestas básicas. Em meio ao aumento das dificuldades financeiras das famílias durante esse período de quarentena, o frigorífico decidiu por garantir que as doações contemplem a todos os atletas durante os próximos quatro meses.

O uso de materiais de higiene nesse momento é fundamental e as doações desses itens é muito bem-vinda, assim como foi a contribuição do frigorífico Grancorte, que fica em Cerqueira Cesar (SP). A equipe doou máscaras à Santa Casa da cidade de Avaré (SP), que já tem casos confirmados de Coronavirus, e também produtos de limpeza e de saúde para um asilo da cidade, o Lar São Vicente.

Pensando também nos próprios colaboradores, o frigorífico entregou um kit com álcool em gel, sabonete líquido e cartilha informativa a todos.

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas