MAPA defende novos instrumentos de politica agrícola para o mercado de milho

Em reunião com ABCS, Secretário Executivo do Ministério da Agricultura afirma que o setor de carnes precisa de políticas especificas


Na última segunda-feira, 10 de outubro, a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) esteve reunida com o Secretário Executivo do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), José Carlos Vaz, para buscar soluções às dificuldades que os produtores de suínos vêm enfrentando nos últimos meses. O objetivo do encontro foi levar ao conhecimento do Secretário dois pleitos considerados imprescindíveis para sustentabilidade da suinocultura brasileira. O primeiro é a inserção da carne suína na Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM) do Governo Federal, medida que permitirá maior estabilidade ao mercado brasileiro de suínos. A outra reivindicação é a política de venda de milho balcão pela Conab, já que as regrais atuais limitam a venda de milho balcão somente para produtores com número muito pequeno de animais e disponibilizam apenas entre 12 e 15 toneladas mensais por produtor, sendo que seriam necessárias 54 toneladas por mês.

De acordo com o presidente da ABCS, “nosso grande problema se encontra nos valores de comercialização do milho que atingiram índices desproporcionais à sustentabilidade do setor, aliado a um desequilíbrio entre oferta e demanda”, defendeu. Para a ABCS, a ausência de um plano de contingencia e um planejamento estratégico são principais responsáveis pelas crises reincidentes no setor, “que resulta em um ônus que o suinocultor brasileiro não tem mais condições de arcar”, argumentou o presidente.

Para José Carlos Vaz, o setor de carnes necessita de uma politica agrícola específica, sobretudo setores de aves e suínos que são altamente dependentes do abastecimento de grãos. O Secretário defende uma política agrícola de valor máximo para a venda de milho para os produtores carnes, evitando que a principal fonte de matéria prima dos animais consuma grande parte do faturamento coma venda dos animais. Ainda no encontro, Carlos Vaz afirmou que o MAPA está reestruturando diversas Secretarias no intuito de atender melhor ao produtor e aos interesses brasileiros.

Por Tayara Beraldi
Divulgado em 11 de outubro de 2011

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas