6º Festival Sabor Suíno movimentou restaurantes de Brasília durante a copa do mundo

6º Festival Sabor Suíno movimentou restaurantes de Brasília durante a copa do mundo

O evento teve uma participação recorde de 55 estabelecimentos nos meses de Junho e Julho

 

O 6º Festival Sabor Suíno, organizado pela Associação dos Criadores de Suínos do Distrito Federal (DFSUIN), em parceria com a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) e o Sebrae/DF, entre os dias 10 de junho e 15 de julho, levou a carne suína aos melhores restaurantes de Brasília.

Com duração de 36 dias, o festival marcou presença em 55 estabelecimentos e aconteceu simultâneo à Copa do Mundo, um diferencial estratégico para oferecer aos consumidores, nacionais e internacionais que vieram à Brasília acompanhar o mundial de futebol a opção de experimentar os mais variados pratos à base de carne suína.

As receitas, criadas especialmente para o evento, utilizaram cortes tradicionais e artesanais, como costelinha, prime rib, picanha suína, lombo e filé mignon suíno, entre outras variedades, a preços a partir de R$ 44,90.  Participaram as casas Baby Beef Rubaiyat, Dom Francisco, El Negro Restaurante, Outback, Steakhouse, Carpe Diem e Restaurante Universal. Na primeira semana do Festival, o Outback (Pier 21) vendeu 77 pratos e o Vila Madá 58 pratos.

Em entrevista ao canal Terra Viva, o chef de cozinha Marcelo Piucco do restaurante El Negro, que participou do festival, destacou a aceitação da iguaria, um dos pratos oferecidos pela casa foi o cerdo parrillero. “O pessoal gosta bastante da carne suína, porque é leve e gostosa. Geralmente, os clientes pedem sem erro. É uma carne que agrada todos os paladares”, constatou.

Como parte dos preparativos para o festival, a DFSUIN deu uma coletiva de imprensa, no dia 04 de junho no Centro Universitário de Brasília (UniCeub), o momento foi oportuno para apresentar o festival aos grandes formadores de opinião do ramo da gastronomia e incentivar a mídia espontânea. Em outra ação, no dia 09 de junho também na Universidade, a entidade capacitou 35 profissionais, entre, gerentes e garçons dos restaurantes participantes.  No treinamento houve palestra sobre os benefícios da carne suína e dicas de técnicas de vendas, para na hora de apresentar os pratos oferecidos, esses profissionais terem argumentos mais precisos com seus clientes.

Para apresentar o produto a um público mais amplo, outra novidade foram as degustações que ocorreram no dia 18 de junho (Pátio Brasil Shopping) e nos dias 02 e 03 de julho (Terraço Shopping), uma ação de extensão do 6º Festival que contou com a parceria das empresas Cozima, Bonasa Alimentos e da ABCS.  O espaço “Degustação da Carne Suína” mostrou opções de culinária com um toque de versatilidade e sofisticação, 40 Kg de carne suína foram preparadas, por dia, pelo chef Diodete Nascimento, a harmonização ficou a cargo dos espumantes da vinícola Perini.

Para a coordenadora do PNDS, Lívia Machado, o Festival Sabor Suíno é uma ação diferenciada que a cada ano vem ganhando o paladar do público brasiliense. “A versatilidade dos cortes e os sabores apresentados em cada Festival fazem o consumidor se aproximar ainda mais da carne suína, buscando levar o produto para casa e também consumir em outros restaurantes ao longo do ano. Por isso, esse trabalho é tão fundamental para o aumento do consumo no país e também sua consolidação na mesa do brasileiro”, comentou.

Segundo a DFSUIN, o festival incentiva restaurantes brasilienses que não tinham a carne em seus menus a aderirem ao cardápio. “Hoje, a carne suína produzida no Brasil, atende aos padrões internacionais de qualidade e segurança alimentar, colocando o país em quarto lugar mundial em produção e exportação dessa carne tão saudável e saborosa. Precisamos estimular o consumo da carne, pois a suinocultura nacional atingiu um patamar de excelência. O festival tem esse objetivo”, disse o presidente da entidade, Ivo Jacó de Souza.

O Festival Sabor Suíno foi criado pela Associação de Criadores de Suínos do Distrito Federal (DFSUIN) e do Sindicato dos Suinocultores do Distrito Federal (SINDISUÍNOS) e conta também com apoio da Federação da Agricultura e Pecuária (FAPE-DF), do SENAR-DF e da UniCeub

Fonte: ABCS com informações da DFSUIN
Publicado em 30/07/2014

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas