Palestra sobre saudabilidade da carne suína é sucesso em Cuiabá

Palestra sobre saudabilidade da carne suína é sucesso em Cuiabá

A ação capacitou cerca de 100 estudantes de nutrição do Centro Universitário Univag

Cerca de 100 estudantes de nutrição participaram da palestra “Carne Suína: Consumindo com mais Sabor e Saúde”, no último dia 13, no Centro Universitário Univag, em Cuiabá (MT). O evento foi promovido pela Associação Brasileira de Criadores de Suínos (ABCS), por meio do Projeto Nacional do Desenvolvimento da Suinocultura (PNDS), e em parceria com a Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat).

A iniciativa faz parte das atividades que marcam a 2ª Semana Nacional da Carne Suína (SNCS), que ocorreu de 03 a 17 de setembro. Organizada pela a ABCS em parceria com GPA e Sebrae nacional, a Semana Nacional articulou ações em todo o país para promover a qualidade e o sabor da carne suína entre os brasileiros e elevar o consumo da proteína no país.

Para o diretor executivo da Acrismat, Custódio Rodrigues, informar os profissionais da nutrição sobre a saudabilidade da carne suína é estratégico, visto que esse é um público formador de opinião e que tem potencial para fomentar o consumo da proteína. “Com ações como essa conseguimos aumentar consideravelmente o consumo da carne suína”, mencionou.

A palestra foi ministrada pela consultora da ABCS, Thaliane Dias, que é especialista em Obesidade e Síndrome Metabólica e pós-graduada em Nutrição Esportiva Funcional Professora da Faculdade Anhanguera de Brasília. A profissional abriu os trabalhos da tarde falando um pouco sobre a história da criação de suínos no Brasil e como hoje em dia as técnicas modernas tornam a carne brasileira tão bem conceituada mundialmente.

Thaliane ainda apontou que após uma pesquisa encomendada pela ABCS, foi verificado que a principal causa do baixo consumo da carne suína no Brasil é o preconceito. “Como profissionais da nutrição, a nossa principal função é saber falar das funcionalidades e benefícios dos alimentos. Por isso é importante saber sobre a proteína da carne suína que gera tantas dúvidas e desmistificar esse preconceito na hora de consumir”, ressaltou.

Assim como outros tantos alimentos, a profissional salientou que o nutricionista deve sim alertar a procedência do alimento e ficar atento aos selos de qualidade da carne suína, assim como as demais. “O Brasil ocupa lugar importante na cadeia alimentar mundial e tem potencial para se tornar o maior fornecedor de proteína animal e vegetal”, revelou.

Para o consumo diário, a consultora da ABCS ainda passou dicas. Para inserir no churrasco, os cortes ideais são alcatra, picanha, costela. Cortes para o forno são lombo envelopado, costela (ribs) e alcatra. Para a merenda escolar o indicado é lombo em iscas, bisteca e cortes moídos. “Assim como todos os alimentos, devemos dominar os cortes indicados e as formas mais saudáveis para o preparo para que nossos pacientes mantenham a alimentação balanceada”, destacou.

“A Acrismat é uma grande parceira que tem contribuído para alcançar o nosso objetivo de mostrar ao consumidor que a carne suína é versátil, saborosa, saudável e que existem muitas opções de cortes no varejo”, disse a coordenadora do PNDS Lívia Machado.

Fonte: ABCS com Acrismat
Publicado em  20/10/2014

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas