Fórum de Bem-Estar Animal orienta suinocultores em Belo Horizonte

Fórum de Bem-Estar Animal orienta suinocultores em Belo Horizonte

Evento reuniu cerca de 50 produtores na sede da Asemg

 

O Fórum de Bem-Estar da Associação Brasileira dos criadores de Suínos (ABCS) reuniu, em setembro, cerca de 50 produtores na sede da Associação de Suinocultores de Minas Gerais (Asemg), em Belo Horizonte (MG). O evento apresentou três palestras: Bem-Estar Animal: A Suinocultura Atenta ao Futuro, ministrada pelo médico veterinário Iuri Pinheiro; O Mercado De Suínos Atual: Riscos, Oportunidades e Desafios, com o médico veterinário Fabiano Coser; e a apresentação do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (FNDS), apresentado pelo presidente da ABCS, Marcelo Lopes.

A ação integra as atividades realizadas pela ABCS, por meio do Projeto Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (PNDS), e conta com o apoio do Sebrae. O Fórum é destinado a produtores e associados, gerentes de granjas, chefes de setor e frigoríficos, que desejam aprofundar seu conhecimento e ampliar a discussão em torno do tema.

Segundo Marcelo Lopes, presidente da ABCS, a ideia do evento é chamar atenção para a importância em se desenvolver planejamentos sustentáveis e economicamente viáveis, bem como discutir o tema do bem-estar animal na suinocultura. “O tema bem-estar tem sido amplamente discutido pela sociedade e governo brasileiro. Assim, queremos ampliar as discussões acerca desse tema, com informações de qualidade e atualizadas, para que os produtores tenham um posicionamento comum em relação a essas demandas.

Sobre o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (FNDS), Lopes apresentou a proposta do Fundo. “O objetivo é que tenhamos recursos suficientes para viabilizar ações necessárias para o desenvolvimento e representação da suinocultura brasileira, bem como a promoção da carne suína no país”, completou.

Com a palestra “O Mercado De Suínos Atual: Riscos, Oportunidades e Desafios”, Fabiano Coser, analista de mercado de suínos, falou sobre o cenário econômico geral e o agronegócio e sua influência no momento atual da economia nacional e da suinocultura brasileira; os principais aspectos do mercado de suínos relativos à oferta, demanda e preço nos últimos anos e a perspectivas de futuro; a organização e o crescimento das principais indústrias de suínos do Brasil e seu impacto na produção; os desafios e oportunidades para carne suína brasileira e as estratégias de sobrevivência do produtor.

De acordo com Coser, o Fórum permitiu uma interação entre produtores, técnicos e lideranças da cadeia de produção de suínos de Minas Gerais e do Brasil. “Considero que o aspecto mais importante do debate foi relativo à importância do papel das instituições, tanto da Asemg como da ABCS, para a coordenação da produção de suínos no Brasil e ampliação do mercado brasileiro para carne suína. Eventos assim permitem o amadurecimento das relações profissionais e institucionais da cadeia produtiva”.

Para o presidente da Asemg, Antônio Ferraz, a capacitação dos produtores a respeito de temas que impactam seus negócios é essencial “Por isso a Asemg, que contribui para o FNDS, tem prazer em sediar este evento e contribuir para que os produtores de suínos assim como os demais envolvidos no setor estejam cada vez mais inteirados das novidades e regras a serem seguidas”, destacou.

Fonte: ABCS
Publicado em 15/10/2015

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas