Ações da AGS fortalecem suinocultura no Goiás

Ações da AGS fortalecem suinocultura no Goiás

Em parceria com a ABCS e Agigo, entidade capacita mais de 400 consumidores nas cidades de Anápolis, Rio Verde e Ipameri

A Associação Goiana de Suinocultores (AGS) promoveu entre os dias 29 e 31 de outubro uma série de ações que elevaram os benefícios e a qualidade da carne suína no estado do Goiás. Palestras, Cursos de Cortes, Curso para Merendeiras e Oficinas Gastronômicas capacitaram e informaram mais de 400 consumidores nas cidades de Anápolis, Rio Verde e Ipameri. As atividades contaram com o apoio da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) e da Associação dos Granjeiros Integrados do Estado de Goiás (Agigo).

Ao todo, seis cursos de cortes foram realizados, sendo quatro em Rio Verde, um em Anápolis e outro em Ipameri. Participaram das ações profissionais dos supermercados Conquista, Campeão e Paeze. Profissionais ligados ao Sindicato do Com Var de Gêneros Alimentícios de Rio Verde (Sinogarv), que representa 12 supermercados da Rede Amiga de Supermercados, também foram capacitados.

De acordo com Denis Muniz, diretor de Marketing da Rede Campeão Supermercados, os cursos trazem rentabilidade para a Rede. “Participamos das ações da AGS há pelos menos três anos e nesse período colocamos em prática todos os ensinamentos repassados. Hoje, contamos com uma boa estrutura de auto serviço, que oferece para nossos clientes os mais variados cortes suínos”.

Oficinas Gastronômicas

As Oficinas Gastronômicas ocorreram em Rio Verde para os clientes da Rede Paeze e Campeão, e na Faculdade Unievangélica de Anápolis. Nas ações, o chef André Rabelo, consultor da ABCS, tirou dúvidas sobre o modo de preparo da proteína e ensinou como preparar Escalopes de Copa Lombo à Provençal.

Os colaboradores e clientes dos supermercados ainda assistiram as palestras “Conhecendo o Mundo da Carne Suína” e “10 Motivos para Escolher e Indicar a Carne Suína”, apresentadas pelo consultor Iuri Machado.

Conforme o consultor, Rio Verde é o pólo de produção de suínos mais importante do Goiás, portanto é fundamental a realização de ações que informem e capacitem tanto os profissionais, como os consumidores da região. "Durante a ação focamos na desmistificação dos mitos que ainda existem quanto a carne suína, falamos da saudabilidade da proteína e também esclarecemos sobre a produção de suínos, mostrando toda a preocupação que existe com a higiene, bem estar animal e tecnologia", destacou Machado.

Nayara Pereira, que participou da Oficina Gastronômica realizada na Rede Campeão, avalia que a ação foi esclarecedora e estimulante. “Pude tirar muitas dúvidas sobre a qualidade do produto. Além disso, aprendi novas formas de preparo e me senti mais estimulada a consumir essa proteína”, enfatizou.

Curso para Merendeiras

Em Ipameri, um dos destaques foi o Curso para Merendeiras, que capacitou 140 profissionais. A ação também contou com a participação do chef André Rabelo, que ensinou mais de seis pratos diferentes com carne suína, demonstrando como a proteína pode ser inserida de forma criativa no dia a dia das crianças.

Para a merendeira Rosângela Silva, Ana Lúcia Vaz, o curso servirá para diversificar a utilização da carne suína. “A carne suína é a proteína mais utilizada na merenda escolar. No entanto, não sabíamos que haviam tantas formas de preparo e o curso nos apresentou as várias possibilidades que a carne oferece”.

A ação contou ainda com as palestras "Conhecendo o Mundo da Suinocultura" e "Carne Suína Parceira do Cardápio Saudável", ministradas pelo Dr. Eurípedes Laurindo Lopes, onde foram abordados aspectos do consumo, benefícios para a saúde humana, mitos e conceitos a respeito do produto.

Crenilda Neves, secretária executiva da AGS, destaca que a agenda de ações para promoção da carne suína segue até dezembro. “O objetivo é fazer com que um número cada vez maior de pessoas conheça os benefícios e a qualidade da carne suína. Para tanto, contamos com o apoio desses grandes parceiros, que enaltecem o nosso trabalho”.

Segundo Lívia Machado, coordenadora do Projeto Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (PNDS), o volume de ações promovidas pela AGS tem oportunizado efetivos resultados à suinocultura no Goiás e levado a diversos nichos de consumidores informações claras sobre a carne suína. “Ações de cortes e merendeiras geram multiplicadores, o que potencializa nosso trabalho. O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura aumenta a nossa capacidade de trabalho e gera ganhos diretos aos produtores estaduais que colaboram”, disse.

 

Fonte: ABCS
Publicado em 05/11/2015

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas