Estudantes do Instituto Federal Goiano conhecem benefícios da carne suína

Estudantes do Instituto Federal Goiano conhecem benefícios da carne suína

AGS realiza palestra e oficina gastronômica durante a 4ª Semana de Tecnologia e Qualidade de Alimentos, em Urutaí

Em mais uma ação da Associação Goiana de Suinocultores (AGS), com apoio do Projeto Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (PNDS), mais de 50 consumidores entre estudantes e professores do curso de Ciência e Tecnologia de Alimentos do Instituto Federal Goiano (IFG) – Câmpus Urutaí conheceram os benefícios da carne suína com o “Workshop Goiano da Carne Suína – Do Campo à Mesa, Sua Melhor Opção em Sabor e Saúde”. A ação aconteceu no mês de novembro durante a 4ª Semana de Tecnologia e Qualidade de Alimentos (Setal).

Inicialmente os participantes assistiram a palestra “Conhecendo o Mundo da Carne Suína - Da Produção ao Consumo”. Na sequência, o chef e consultor da ABCS, André Rabelo, realizou Oficina Gastronômica em que preparou uma receita de Escalope de Copa Lombo Suíno a Provençal e desmistificou informações quanto a qualidade e o modo de preparo da proteína.

Segundo Rabelo, a Oficina Gastronômica é uma importante forma de alcançar os consumidores com informações sobre a qualidade da carne suína. “Fico muito orgulhoso de poder participar de uma ação como essa e levar informações sobre a carne suína, que é um produto de tão boa saudabilidade. Acredito que através da Oficina Gastronômica alcançamos os consumidores de uma forma prática e convincente”, destacou.

Márcio Fernandes, professor do curso de Ciência e Tecnologia de Alimentos e coordenador do evento, explica que Semana tem como objetivo reunir e atualizar os conhecimentos sobre processamento e qualidade dos alimentos. “Foi uma ação bastante proveitosa, em que nossos alunos tiveram a oportunidade de conhecer a variedade de cortes suínos, bem como a forma correta de manipulação e preparo do produto”, destacou.

A secretária executiva da AGS, Crenilda Neves, avalia que o evento foi mais uma ação de sucesso desenvolvida pela associação, por meio do PNDS. “Além de conhecer as qualidades da suinocultura brasileira, os participantes aprovaram o sabor da carne suína com a receita apresentada pelo chef André Rabelo e comprometeram em multiplicar os benefícios do nosso produto”.

O PNDS é desenvolvido pela ABCS, com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae (Sebrae), e tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento da suinocultura brasileira, por meio de ações que o incrementem os setores de comercialização, indústria e produção da carne suína.

Fonte: ABCS
Publicado em 25/11/2015

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas