Saudabilidade da carne suína é tema de evento para profissionais da Prefeitura de SP

Saudabilidade da carne suína é tema de evento para profissionais da Prefeitura de SP

Ação contou com apoio o da ABCS e da Ouro do Sul e capacitou cerca de 50 profissionais

A Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) e a Cooperativa Ouro do Sul participaram de um evento na cidade de São Paulo, no dia 05 de novembro, abordando o desenvolvimento da suinocultura no Brasil. A ação, promovida pela Comissão de Aprimoramento Profissional do Departamento de Alimentação Escolar da cidade de São Paulo, teve como objetivo conhecer a qualidade da carne suína produzida no país.

Ao todo, 50 profissionais do Departamento de Alimentação Escolar o município de são Paulo, entre nutricionistas, engenheiros agrônomos e veterinários assistiram à palestra “Carne Suína: quebrando mitos e paradigmas”, ministrada pela consultora da ABCS e nutricionista, Thaliane Dias. O evento também tratou sobre o impacto da alimentação dos animais no perfil nutricional da carne, evolução e padronização da suinocultura no país e regulamentação vigente.

Segundo Vitor Hugo Führ, Comercial da Ouro do Sul, o evento possibilitou o aprimoramento de conhecimentos sobre a proteína, destacando a saudabilidade e os benefícios do produto. "Acreditamos que o evento foi de grande valia para que possamos expandir o consumo do suíno neste nicho de mercado, uma vez que com a palestra da nutricionista Thaliane foi possível desmistificar tradicionais mitos ainda remanescentes e fortalecer a qualidade da carne suína", disse Vitor Hugo Führ, Comercial da Ouro do Sul.

A carne suína foi introduzida na alimentação escolar da rede municipal de São Paulo em 2014. Apesar do pouco tempo de utilização, a proteína foi bem aceita pelos estudantes e se consolidou na alimentação escolar do município. “A carne suína entrou como mais uma opção de variação do cardápio de prato principal da refeição, ampliando as possibilidades de novas receitas, destaca Fernanda Menezes, nutricionista do Setor de Supervisão do Departamento de Alimentação Escolar da Prefeitura de São Paulo.

“Como multiplicadores da informação fidedigna e de qualidade, temos o papel de esclarecer a população e desmistificar os preconceitos relacionados ao consumo da carne suína. A carne suína é um alimento nutritivo, que fornece proteínas de alto valor biológico, necessárias ao bom crescimento e desenvolvimento da criança. Ressalta-se ainda, que a Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda a inclusão de todos os tipos de carne na alimentação complementar da criança a partir dos 6 meses, como parte de uma alimentação saudável", acrescenta Fernanda Menezes.

De acordo com Lívia Machado, coordenadora do Projeto Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (PNDS), estimular o consumo de carne suína na merenda escolar brasileira tem sido um dos focos do Projeto. “Ter a carne suína presente no dia a dia das crianças representa um enorme ganho não só para a cadeia produtiva, porque se reflete no aumento de consumo, mas também para esses estudantes que passam a se beneficiar da saudabilidade dessa proteína e acabam replicando o bom hábito para seus familiares”.

 

Fonte: ABCS
Publicado em 25/11/2015

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas