Reunião no Vale do Taquari definirá próximas ações do PNDS no RS

 

Reunião no Vale do Taquari definirá próximas ações do PNDS no RS

       Programado para quarta-feira, na sede do SEBRAE de Lajeado, encontro contará com diversos integrantes do projeto que visa fomentar o consumo de carne suína no país 

       A tarefa é ousada: aumentar em dois quilos per capita o consumo de carne suína do brasileiro e, desta maneira, fomentar a produção suinícola nacional. No entanto, os integrantes do Projeto Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (PNDS), desenvolvido pela Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), SEBRAE e Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), estão confiantes. Ações em diversos Estados do Brasil já começam a dar resultados e, agora, é a vez do Rio Grande do Sul.       

Recentemente, o Conselho Administrativo da Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (ACSURS), uma das entidades responsáveis pelo desenvolvimento do PNDS no Estado, nomeou como diretor-executivo do projeto, para os próximos três anos, o engenheiro agrônomo Rodrigo Ramos Rizzo, que já atuou como diretor-executivo da própria entidade, alguns anos atrás, inclusive na Coordenação do Pavilhão de Suínos da Expointer.       

Com experiência internacional (está concluindo uma especialização na Sicília, Itália), Rizzo possui pós-graduação em marketing do agronegócio e MBA, também em Marketing, pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), sem contar sua ampla experiência profissional.       

 “Na quarta-feira vamos realizar a primeira reunião oficial do PNDS no Rio Grande do Sul. Estamos pautando atualizar as informações das ações já realizadas nos outros Estados e as programas para o RS com todos os players envolvidos na campanha. Como diretor-executivo devo atuar na coordenação e execução das diversas etapas que o programa prevê, sempre alinhado com os objetivos gerais nacionais e com a coordenação que está sendo executada pela Lívia Machado (Coordenadora Nacional do PNDS) em Brasília” afirma Rodrigo Rizzo.       

Ainda, segundo Rodrigo, “as expectativas são muito grandes e positivas em relação ao projeto como um todo, uma vez que acreditamos poder sensibilizar a população da importância e dos benefícios do consumo da carne suína. Para tanto, trabalharemos nestes primeiros três anos em regiões estratégicas do estado, previamente definidas com as coordenações locais do PNDS, a fim de termos um grande modelo, ou piloto, a ser seguido em todo o estado. Estamos com uma ótima ferramenta para trabalharmos este tema, um projeto alinhado com o dos outros Estados da Federação e com a importante parceria do SEBRAE, tanto nacional como do Rio Grande do Sul”.       

Atualmente, o Rio Grande do Sul é o maior exportador de carne suína do Brasil e segundo maior produtor. Neste contexto, Rizzo afirma: “Por sermos o segundo maior estado produtor, acredito que podemos tirar proveito do fator frete X distância durante a campanha, tendo em vista que podemos ter um preço de aquisição mais competitivo em função da matéria-prima estar muito próxima ao local onde estaremos fomentando o consumo”.       

Além de Rodrigo Rizzo e Livia Machado, também devem participar da reunião em Lajeado o presidente da ACSURS, Valdecir Luis Folador, o Conselheiro Técnico da ABCS, vice-presidente da ACSURS e presidente do Núcleo de Criadores de Suínos do Grande Sarandi, Cleo Colombo Barbiero, além do Gestor do programa de produção animal do SEBRAE-RS, Angelo Aguinaga e representantes do SEBRAE-RS de Lajeado. 

Fonte: Assessoria de Comunicação da ACSURS 

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas