Notícias

Fale com a comunicação da ABCS

Voltar Publicado em: sexta-feira, 20 de agosto de 2021, 10h40

ABCS cria estratégia para aumentar a presença da carne suína no churrasco dos brasileiros numa parceria com as melhores e maiores redes de varejo do Brasil

Este ano, a SNCS acontece de norte a sul do país, entre os dias 1 e 17 de outubro, com o apoio do MAPA e Abras

A Semana Nacional da Carne Suína (SNCS), está de volta! Pelo nono ano consecutivo, a maior vitrine da proteína vem para fortalecer a comunicação da carne suína junto ao varejo brasileiro, fazendo uma ponte entre os produtores e os consumidores nas gôndolas das maiores e melhores redes de supermercados e hortifrutis do país. Os últimos anos consolidaram grandes oportunidades para a carne suína no Brasil, mas desde o ano passado, o potencial dessa proteína teve ainda mais crescimento, assim como atesta o aumento do consumo per capita, que segundo dados da ABCS e do IBGE alcançou 17,73 kg no segundo trimestre de 2021. Além disso, a proteína tem chamado a atenção dos consumidores pelo seu custo-benefício, principalmente com a alta do preço do boi, mostrando-se também uma excelente opção para momentos além do dia a dia. De olho na oportunidade, a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) traz como tema este ano para a SNCS “Churrasco com carne suína já é de casa!” para mostrar aos consumidores novas possibilidades e sabores com a proteína no período de 1 a 17 de outubro.

Por que o churrasco com carne suína encantará os brasileiros?

Em tempos em que a fidelização está cada vez mais desafiadora, é preciso encantar o cliente e a experiência oferecida a ele tem papel importante. O varejo tem consciência e tem buscado tratar seu público de uma forma cada vez mais personalizada que vai além de ofertas, mas também na apresentação do produto, na preparação de sua equipe e sua multicanalidade. A SNCS se mostra como mais uma aliada nessa missão de surpreender e envolver tanto o emocional quanto o racional do cliente, ainda mais com o churrasco, considerado um patrimônio cultural brasileiro.

O isolamento, a necessidade de fazer as refeições em casa e a ânsia por diversão acabaram impulsionando o segmento de churrasco, como mostram as buscas pelo termo no Google, que ganharam um crescimento de 20% em relação a 2019, especialmente na procura por cortes mais acessíveis, que cresceram em 1.019%, segundo o Uol, possibilitando que a carne suína ocupasse ainda mais espaço na churrasqueira, desta vez como prato principal. Foi para aproveitar essa gama de oportunidades, que a ABCS viu no tema churrasco um excelente gancho para comunicar todo o sabor, versatilidade, qualidade e saudabilidade da carne suína para os consumidores. É inegável que o churrasco, seja como comemoração ou modo de preparo, está inserido na memória afetiva de todos. Através deste tema será possível mostrar que a carne suína é uma excelente opção não só para o dia a dia, mas também para as ocasiões especiais, não apenas em relação ao preço, mas na variedade de cortes, na suculência, na praticidade de preparo e na agilidade para assar. 

Com o slogan “Churrasco com carne suína, já é de casa”, a campanha deste ano vai trazer para o varejo um pacote de marketing com insights estratégicos com dicas de cortes, de preparo, tempero, receitas e treinamentos que serão repassados aos açougueiros, promotores de venda, nutricionistas, equipe de marketing e demais colaboradores dos varejos participantes, garantindo que os consumidores saibam em primeira mão o por que a carne suína é a melhor escolha. O chef de cozinha Jimmy Ogro, já confirmou sua participação na campanha pelo segundo ano consecutivo, e vai conduzir uma parte dos treinamentos, ensinando aos participantes o melhor do churrasco suíno, com todo o seu conhecimento, carisma e tradição. A campanha este ano conta mais uma vez com o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), que já endossou a campanha oficialmente em seu site, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), e da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) que acreditam e veem valor na suinocultura e no trabalho de promoção a carne suína no Brasil.

Este ano, novamente ao lado das maiores e melhores redes de varejo do Brasil, com presença expressiva de norte a sul do país, a SNCS conta com a participação de 10 redes de varejo, que entram com 22 bandeiras de supermercados, hipermercados e hortifrútis, e 1.845 lojas presentes em 22 estados brasileiros. Como novidade a SNCS 2021 traz também a adição de uma bandeira de atacarejo, modalidade que vem conquistando cada vez mais espaço entre os consumidores. São eles: Extra, Pão de Açúcar, Oba Hortifruti, Hortifruti, Natural da Terra, Lopes Supermercados, Carrefour, Grupo Big, Dia Supermercados e a Companhia Sulamericana de Distribuição.

Utilizando uma metodologia educativa, através do treinamento dos profissionais de açougue, a ABCS vai ajudar o varejo a encantar os consumidores quando o assunto for carne suína. O presidente da ABCS, Marcelo Lopes, já garantiu que as expectativas estão altas para a SNCS deste ano para a cadeia suinícola e também para as redes varejistas. “No ano passado conseguimos nos reinventar e nos superar. Realizando pela primeira vez os treinamentos de forma online, e conduzindo tudo com excelência perante a todos os desafios. Este ano já estamos todos habituados a este formato e não tenho dúvidas que será um sucesso ainda maior. A Semana Nacional é a principal ação para comunicar a carne suína para o consumidor, e também uma das maiores entregas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (FNDS), e o varejo é nosso principal aliado nisso. Não tenho dúvidas que mais uma vez, teremos ganhos incríveis para a cadeia, e também para os varejistas.” 

Casa e varejo: locais de oportunidades para a carne suína

Com o cenário de pandemia, e a conjuntura econômica do país, o custo-benefício da carne suína ganhou mais destaque, como mostram os dados da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), no qual 22% dos consumidores aumentaram a compra de proteínas que oferecem um melhor preço. Segundo essa pesquisa, a carne suína já é a terceira proteína mais consumida no Brasil quando consideramos embutidos como bacon e também a famosa linguiça, 22% dos entrevistados declararam comprar carne suína todos os dias, e até 34% desses consumidores disseram consumir carne suína até três vezes por semana. Ainda segundo o levantamento, o local preferido para comprar a proteína é nos hipermercados e supermercados, sob os critérios de preço e qualidade prioritariamente. No formato online, conforme os resultados expressivos alcançados na SNCS de 2020, a compra de carne suína quadruplicou, especialmente entre as classes A, B e C. Já na hora de consumir, o local preferido é em casa!