Notícias

Fale com a comunicação da ABCS

Voltar Publicado em: quinta-feira, 23 de setembro de 2021, 12h55

Pleito da ABCS é atendido pelo governo Federal: isenção de PIS e Cofins para importação de milho

A medida entra em vigor a partir desta quinta-feira (23)

O Setor suinícola recebeu de forma muito positiva a publicação do Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (23), sobre a redução, a zero, das alíquotas de contribuição do PIS e Cofins para importação de milho. A medida entra em vigor a partir da data de sua publicação (22.09) e valerá até o dia 31 de dezembro de 2021.

O pleito era uma das prioridades da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos, desde o primeiro semestre desse ano, pois a alta do custo de produção, puxada principalmente pelos preços do milho e do farelo de soja, deixou margens negativas no acumulado do ano de 2021, em todas as grandes regiões. “Em função da quebra da safra de milho a medida é essencial para dar folego aos suinocultores”, reforça o presidente da ABCS, Marcelo Lopes.

Lopes destaca ainda que o empenho da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) e Frente da Suinocultura foi essencial para essa conquista. “Na nossa última reunião com a ministra ela garantiu que esse assunto estava nas prioridades da Pasta e ela trabalhou por isso”. Situação nada diferente na Bancada da Suinocultura e na Ruralista, pois em ambas o assunto foi tratado com enfoque pelos parlamentares, que estiveram reunidos na última semana com a equipe técnica do ministério da Economia.

O presidente da ABCS explica ainda que a medida é uma forma do Brasil agropecuário continuar trabalhando. “Sem a escassez de milho e sem o desabastecimento de proteína animal, cenário que beneficiará também o consumidor brasileiro”, disse Lopes.

Para conferir a publicação na integra clique aqui.