Toxoplasmose

Na espécie suína, a toxoplasmose pode causar danos reprodutivos como aborto, repetição de cio, natimortalidde e natimorbidade, mas o problema mais importante é na segurança dos alimentos. A espécie suína tem merecido atenção especial de epidemiologistas por ser importante reservatório e fonte de infecção às populações humanas. Os felídeos são os únicos hospedeiros definitivos do Toxoplasma. gondii, eliminam os cistos nas fezes e podem infectar várias outras espécies animais. Neste aspecto, o gato doméstico que convive nas instalações de suínos, em especial nas fábricas de rações, representa um enor-me risco para o suíno, que faz o ciclo intermediário da doença e, consequentemente, pode infectar humanos.

A prevalência da toxoplasmose suína no Brasil pode variar de região para região, conforme os hábitos sócio-culturais, fatores geográficos e climáticos. Vários estudos epidemiológicos foram realizados em criatórios de suínos de vários Estados e foram encontradas soroprevalências que variaram de 1,16% a 51.25% dos suínos examinados.

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas