Notícias

Fale com a comunicação da ABCS

Voltar Publicado em: quinta-feira, 24 de janeiro de 2013, 7h45

ABCS apoia tema debatido no 2º Fórum Integrall de Suinocultura

ABCS apoia tema debatido no 2º Fórum Integrall de Suinocultura

Qualificação da mão de obra na suinocultura é objeto de atuação da entidade

 

“Produzir com eficiência frente aos crescentes desafios relacionados à mão de obra” será o tema debatido na 2ª edição do Fórum Integrall de Suinocultura (FIS) que acontece entre os dias 18 e 19 de abril na cidade de Curitiba/PR. Mantendo o foco em assuntos de grande relevância e complexidade para a cadeia de suínos, a Integrall – Soluções em Produção Animal –, programou discutir a otimização de mão de obra como um processo que envolve ações relacionadas não somente a gestão de Recursos Humanos, mas também questões de manejo, concepção de projetos, instalações, equipamentos, fluxo de produção e gestão de equipes.

A discussão vai ao encontro do trabalho proposto pela Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) por meio Projeto Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (PNDS) que propõe alavancar a qualidade técnica e prática de profissionais que atuam diretamente nas granjas de suínos do país.

Para o presidente da ABCS, Marcelo Lopes, o Fórum  reforça os objetivos do PNDS que já trabalha há três anos com a capacitação e sensibilização de pessoas ligadas a suinocultura. “Ações como Programa de Inovação e Tecnologia Produtiva na Suinocultura (SUINTEC), Programa de Capacitação Total (PCT) e a Qualificação Profissional em Suinocultura – desenvolvida em parceira como Senar Nacional –, fazem do PNDS o pioneiro na concepção de aprimorar a qualificação da mão de obra suinícola”, diz o presidente e completa “acreditamos que para a sustentabilidade econômica e social da atividade devemos também ter nossos olhos voltados para os profissionais do setor”, diz.

Nas últimas décadas o processo acelerado de urbanização brasileira tem afastado cada vez mais a população do campo. Paralelo a isso, o crescimento econômico do Brasil tem reduzido as taxas de desemprego e inflacionado os salários em todas as atividades. “O impacto deste cenário na suinocultura brasileira é evidente e tem consequências na produtividade, nos custos de produção e, consequentemente, na competitividade”, explica o consultor da Integrall, Iuri Machado e destaca que “o Brasil já foi considerado um país altamente competitivo no custo de mão de obra na produção suinícola, entretanto, a escassez de profissionais no campo, tornou complexa a formação de equipes qualificadas e comprometidas e tem onerado financeiramente os sistemas de produção”, completa.

Com carga horária extensa, líderes de granjas, gerentes, chefes de setor, profissionais envolvidos com o RH de empresas, proprietários de granjas, consultores e demais profissionais envolvidos diretamente na produção de suínos poderão compartilhar de conhecimento por meio de palestras e uma mesa redonda, que contará com a participação de representantes da ABCS, buscando trocar  experiências práticas sobre o tema. Casos práticos de sucesso serão apresentados por empresas brasileiras, que exemplificam que é possível produzir com eficiência frente aos desafios relacionados à mão de obra no país. “A experiência da Europa e dos Estados Unidos também será abordada, pois há uma tendência de caminharmos para o mesmo destino”, comenta o consultor.

O Fórum Integrall de Suinocultura (FIS), em sua 1ª edição em 2011, superou todas as expectativas de público e qualidade técnica, com a abordagem do bem-estar animal na produção de suínos.

 

Serviço:

Data: 18 e 19 de abril
Local: Four Points by Sheraton Curitiba – Curitiba/PR
Realização: Integrall – Soluções em Produção Animal
Informações: (34) 3823-4279
Site: www.integrall.org/forum

 

 

Fonte: ABCS com informações da Integrall
Publicado em 24/01/2013