Notícias

Fale com a comunicação da ABCS

Voltar Publicado em: quarta-feira, 24 de novembro de 2021, 2h45

ABCS participa da 333 Experience, evento que reuniu os maiores nomes da suinocultura nacional

Como apoiadora do evento organizado pela 333 Brasil, a ABCS contou com um painel que discutiu bem-estar, boas práticas e redução de antimicrobianos na suinocultura 

Entre os dias 18 e 19 de novembro, a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), esteve presente como apoiadora da 333 Experience, o congresso online da 333 Brasil que reuniu os maiores nomes da suinocultura para discutir política, economia, mercado, sustentabilidade, tecnologia, sanidade, biossegurança, bem-estar animal, boas práticas e demais temas de relevância para a cadeia suinícola, além de promover o networking e integração entre os participantes. O presidente da ABCS, Marcelo Lopes, participou da abertura do evento, parabenizando os organizadores, palestrantes e participantes. “O 333 Experience veio para debatermos importantes assuntos para a cadeia suinícola, tais como sanidade, bem-estar animal e o uso racional de antimicrobianos. É muito importante que possamos promover eventos que aprimorem os diversos elos do nosso setor. Temos grandes desafios em buscar tornar o Brasil livre de Peste Suína Clássica, e trabalharmos para reduzir os riscos de entrada da Peste Suína Africana e continuarmos livres dessa doença que tem causado um enorme impacto econômico na suinocultura mundial. O importante é trabalharmos de forma unida, para que possamos superar os obstáculos nesse momento de resseção mundial e de instabilidades no mercado, ocasionados pela pandemia. Estamos aí participando ativamente desse evento com vocês, trazendo propostas de diversos painéis, com informações mais atualizadas e de qualidade.”  

Durante o segundo dia de evento a ABCS promoveu o painel “Bem-estar, boas práticas e antimicrobianos. O que podemos compartilhar para o aprimoramento da suinocultura”, que contou com a participação de especialistas no assunto e também mostrou sua aplicabilidade na prática com dois cases de sucesso em granjas, sendo um case brasileiro e o outro representando a américa latina. A primeira palestra ficou a cargo da gerente de boas práticas e bem-estar animal da Agroceres Pic, Juliana Ribas, que falou sobre a ligação entre as boas práticas de produção e o uso racional de antimicrobianos, seguida pelo consultor e sócio da AKEI-Brasil, Cleandro Dias, que trouxe um panorama da indústria frente ao bem-estar animal, e como estamos evoluindo nesse quesito. E para apresentar essa ideia na prática, o painel recebeu o gerente de produção da Granja Kekén, no México, Daniel Rocher, e o produtor e proprietário da Granja Miunça, Alexandre Cenci, que compartilharam o aprimoramento dos resultados decorrentes da adoção das práticas de bem-estar animal na produção. 

A diretora técnica da ABCS, Charli Ludtke, que participou como apresentadora e moderadora, destaca a importância dos temas abordados no painel. “Nosso painel trouxe muitos aprendizados sobre temas que são muito importantes para ABCS, que incentiva a adoção de boas práticas e a implementação de programas de biosseguridade e bem-estar animal na produção de suínos, para conseguir reduzir o uso de antibióticos. No momento em que adotamos as boas práticas e o bem-estar, conseguimos reduzir fatores estressantes e a entrada de patógenos, trazendo melhoria para a saúde animal.” Ela lembrou também da Semana Mundial de Conscientização sobre uso racional de antimicrobianos, comemorada nos dias 18 a 24 de novembro, onde todos os países signatários adotam a campanha de conscientização global sobre a resistência aos antimicrobianos na saúde humana e animal como uma responsabilidade compartilhada.  

O evento contou ainda com o patrocínio das empresas contribuintes do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (FNDS), Agroceres PIC, Elanco, MSD Saúde Animal, Zoetis e da Assuvap/Coosuiponte. E também com o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Embrapa Suínos e Aves, e o International Pig Veterinary Society (IPVS).