Notícias

Fale com a comunicação da ABCS

Voltar Publicado em: sexta-feira, 25 de março de 2022, 11h48

ABCS solicita prioridade na política agrícola em Câmara Setorial do MAPA

A entidade nacional reforça a importância de incluir e adequar o custeio pecuário de forma permanente no Plano Safra, com foco na suinocultura

A equipe técnica e política da Associação Brasileira de Criadores de Suínos (ABCS) participou na última quinta-feira (24/03), da primeira reunião online da Câmara Setorial de Aves e Suínos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) de 2022. Na oportunidade, a equipe da Secretária de Política Agrícola da Pasta (SPA) falou sobre os debates em torno do Plano Safra 2022/2023 a falta de orçamento para as demandas do agro.

Ainda sem respostas efetivas para a cadeia suinícola, o diretor do Departamento de Crédito e Estudos Econômicos da SPA do MAPA, Wilson Vaz comentou sobre todo o trabalho da Pasta junto ao Ministério da Economia e reforçou a restrição de recurso no momento. Vaz informou que o montante do Plano Safra já está sendo debatido com intuito de disponibilizar mais recurso aos produtores, comparado com o do ano passado. “Será um ano difícil, mas estamos trabalhando para atender o setor e fomentar o agronegócio”.

Na oportunidade, a consultora política da ABCS, Ana Paula Cenci reforçou o pleito da ABCS referente a Linha de Capital de Giro (a antiga linha de Retenção de Matrizes), com prazo estendido para suinocultura no Plano Safra 2022/2023. “Aproveitamos a reunião da Câmara para solicitar a atenção do MAPA na adequação do custeio pecuário aos suinocultores no próximo Plano Agrícola”.  A Consultora explicou que a ABCS protocolou nessa semana o Ofício 06, que trouxe dados mais recentes sobre a viabilidade da linha para o setor. “A ABCS vem trabalhando assertivamente para a inclusão e adequação ao custeio pecuário de forma permanente no Plano Safra, sem limite de prazo para retirada, proporcionando aos produtores a possibilidade de solicitar o crédito, até o fim do recurso disponível no referido Programa”, disse a consultora.

2ª etapa da campanha de vacinação contra PSC em Alagoas

Ainda na pauta da Câmara foi apresentado aos participantes o andamento da segunda etapa do Projeto Piloto do Plano de Vacinação contra Peste Suína Clássica (PSC) em Alagoas. O chefe da Divisão de Sanidade dos Suídeos do Departamento de Saúde Animal (DSA) do MAPA, Guilherme Takeda, apresentou as estratégias debatidas para dar continuidade ao plano em Alagoas e ponderou que o início da vacinação foi no dia 21/03/2022 e tem previsão de encerrar na data de 30/04/2022. “O programa conta com apoio da iniciativa privada, mas é coordenado pelo governo federal e na primeira fase imunizou de forma gratuita 112 mil suínos em mais de 7 mil propriedades de todo o estado”.

A Diretora Técnica da ABCS, Charli Ludtke conta que o Programa Piloto em Alagoas é de extrema importância, pois visa testar a melhor forma de execução da campanha de vacinação para replicar nos 11 estados que compõem a Zona não Livre de PSC. “A vacinação dos suínos acabará com a circulação viral – situação que promove ainda mais a saúde do rebanho e a sustentação do mercado nacional e internacional. Ludtke expôs ainda que essa é uma iniciativa que reuniu esforços de muitas instituições, nas quais apostaram recursos tanto na primeira fase, como na segunda.  “Sem dúvida que essa é uma responsabilidade compartilhada entre os líderes da cadeia suinícola”.

A pauta da Câmara trouxe também temas como mercados interno e externo de carnes, cenário do milho, autocontrole e outros.