Notícias

Fale com a comunicação da ABCS

Voltar Publicado em: segunda-feira, 11 de julho de 2022, 2h03

SNCS 2022 gera resultado de crescimento de vendas de 600 mil kg com impacto positivo para a cadeia de valor

De 1 a 17 de junho, a estratégia da ABCS que contemplou promoção em lojas, campanhas de marketing estratégicas e destaque nas mídias tradicionais e digitais, gerou oportunidade de consumo para mais de 145 milhões de brasileiros

Mudar o posicionamento da carne suína entre os brasileiros se torna uma realidade com os resultados alcançados pela décima edição da Semana Nacional da Carne Suína (SNCS) no Brasil. Com crescimento em volume (Kg) que varia de 10% a 120% no período da campanha, a iniciativa da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) se reinventou em 2022 tanto com a antecipação de sua realização quanto no foco em oferta junto às redes participantes para auxiliar no escoamento da carne suína no mercado interno em benefício a toda a cadeia: produtores, frigoríficos, varejo e consumidores.

De Norte a Sul, no período de 1 a 17 de junho, os cortes de carne suína ganharam espaço na cesta dos consumidores, demonstrando avanço com a comercialização de quase 600 mil quilos a mais durante o período, volume que corresponde a seis milhões de porções de 100g a mais de proteína na mesa dos brasileiros e que alimentariam 120 vezes o estádio Mineirão lotado, o 5° maior do país.

O aquecimento das vendas nesse período do ano também foi confirmado pelo crescimento em faturamento das redes participantes que movimentaram mais de R$10 milhões a mais durante a campanha, quando comparado ao mesmo período em 2021 e considerando a queda de preços relevantes no kg do suíno. A categoria ganhou destaque nas lojas participantes, ampliando o espaço do ponto de venda (PDV) e também no e-commerce, além das campanhas de marketing de conteúdo, promoções e foco no custo-benefício dos cortes suínos. Essa estratégia possibilitou crescimento de vendas de até 80% em uma das redes participantes.

Realizada pela primeira vez durante o mês de junho, a décima edição da SNCS contou com as três maiores redes de varejo do país, além de referências na área de saúde e em varejo de bairro. Com esse time representativo para o público de A à D, a campanha coroou o trabalho da ABCS em auxiliar a cadeia de suínos a escoar o excedente da produção do mercado interno, trabalhando os temas custo-benefício e ofertas com foco em acelerar as vendas.

A SNCS impulsionou informação de qualidade sobre a proteína para mais de 145 milhões de consumidores como resultado da atuação estratégica das redes de varejo na divulgação da carne suína em mídias digitais. Durante o período, todas as redes, juntas, contabilizaram mais de 260 conteúdos da campanha em redes sociais como Instagram, Facebook, TikTok e Pinterest, além de promover a carne suína em aplicativos como o Waze, no e-commerce, atraindo os consumidores com preço baixo e versatilidade de cortes. Esses materiais contemplam stories, posts, vídeos e parcerias com influenciadores digitais de diferentes cidades e nichos.

Além disso, o selo do conceito Escolha Mais Carne Suína esteve presente em mais de 31 mil peças que estamparam os pontos de venda das maiores e melhores redes de varejo do Brasil. As campanhas de marketing foram elaboradas a partir de um dos pilares da SNCS que é a entrega de um pacote de conteúdo que a ABCS desenvolve com o tema da edição para todas as redes de varejo.

Outro fator impulsionador da SNCS 2022 foi o destaque na imprensa nacional. O aumento do consumo de carne suína e a ampla divulgação da campanha chamaram atenção do maior grupo de comunicação do país, em tamanho e audiência, a rede Globo, que veiculou matérias de televisão e site no Jornal Nacional, Globo News, G1 e telejornais locais em São Paulo, Paraná, Amazonas, Rio de Janeiro e Ceará. Além disso, a CNN Brasil, um dos maiores canais de notícias do país e do mundo, também destacou o espaço que a proteína tem ganhado na mesa dos brasileiros, principalmente neste período de campanha.

O presidente da ABCS, Marcelo Lopes, ressalta a importância dos resultados para a cadeia de valor da suinocultura e pondera sobre o trabalho desenvolvido pela ABCS junto ao varejo e que é um case de sucesso no agronegócio. “Como produtor e como presidente dessa instituição, vejo de perto a importância do trabalho de marketing e da inteligência que a gente fez para que nós pudéssemos chegar onde estamos hoje. Muitas vezes as pessoas acham: saiu no Jornal Nacional, é por acaso. Saiu da CNN, é por acaso. Mas não é. A Semana Nacional foi criada para que esses resultados fossem obtidos. Tudo foi feito com muita estratégia para que pudéssemos impulsionar a proteína, tanto no varejo quanto nos veículos de comunicação”, contou Marcelo.

Destaques por região

Segundo dados fornecidos pelas redes de varejo participantes, houve registro de crescimento nas vendas de carne suína em todos os estados, confirmando a versatilidade da proteína, e que ela hoje já faz parte do gosto e da opção de compra dos clientes, independente da sua realidade geográfica e classe social.

Avendas na região Nordeste sempre são um destaque na SNCS e em 2022 não foi diferente.  O crescimento de 179% em volume de uma das redes participantes no estado do Maranhão é prova de que a região segue cada vez mais aberta para explorar as vantagens da carne suína, o que a torna um polo de oportunidades.  

O aumento da comercialização da proteína na região Sudeste, com estados tradicionais de consumo como São Paulo e Rio de Janeiro também foi uma realidade, atingindo uma alta em volume de mais de 230% relatado por uma rede participante em uma das suas lojas durante o período. As ações estratégicas de marketing promovidas pela Semana Nacional também influenciaram nos resultados em Minas Gerais, com loja atingindo patamares de crescimento de 127% no faturamento.

Com cortes variados e maior disponibilidade nas gôndolas, as redes de varejo com lojas na região Sul também confirmaram o avanço nas vendas da proteína, com ênfase para lojas de uma rede no estado do Paraná, que cresceu 98% em volume, apenas no período da campanha.

O Centro-Oeste também manteve os patamares positivos, com destaque para as capitais Brasília e Goiânia, com lojas que agregaram mais de 30% no volume de vendas de carne suína durante a SNCS 2022. Assim como a região Norte, com destaque para Manaus, que acumulou um aumento de mais de 20% em volume de 1 a 17 de junho em lojas de uma rede participante.

A iniciativa trouxe retorno positivo para todas as redes que registraram aumento de 2 pontos percentuais em crescimento do volume. O representante de uma das redes participantes explica que, “Para alcançar esse objetivo, fizemos várias ações nas lojas com preços mais acessíveis, oferecendo mais opções e diversidade de cortes. A SNCS é mais do que um período de promoção, é o compartilhar de uma cadeia, e nós acreditamos na parceria com nossos produtores”. O varejo tem trabalhado também para incentivar o consumo. “Sabemos da importância de desenvolver o consumo de carne suína no Brasil e com a parceria da ABCS ficamos muito felizes com o resultado alcançado, assim como o reconhecimento de nossos clientes refletido nas vendas”. 

Após a edição deste ano, outras redes também declararam o interesse em fomentar ainda mais a categoria. “O açougue é o coração do negócio. Esse ano, os suínos estão em nosso planejamento estratégico para aumentar a participação, além de ser uma proteína de oportunidade no cenário atual de mercado e com grande potencial em médio prazo. A SNCS veio para alavancar e fortalecer ainda mais o consumo e trazer a venda para outro patamar, gerando experimentação e trazendo novos clientes. Nosso compromisso é manter essa energia e o patamar de venda que conquistamos nesse período da campanha, de forma a incluir cada vez mais a proteína suína no dia a dia de nossos clientes.”

As demais redes agradecem a ABCS pela parceria e já falam nas expectativas para a próxima edição da SNCS. “Sempre agradecemos o apoio da ABCS que é essencial para trazermos o crescimento nas lojas durante o período da SNCS. Neste ano tivemos um resultado muito positivo diante do momento que a economia atravessa. A execução das campanhas nas lojas foi ainda melhor que em 2021, por estarmos sempre buscando evoluir e aproveitar também a parceria e conhecimento da ABCS. A campanha foi muito valiosa nesse período e com certeza agregou para o nosso negócio. Toda a participação e envolvimento com as pessoas, a gente sabe que está mesmo construindo como cadeia, junto com o produtor! Contem conosco em 2023 para mais uma SNCS.”  

Os números expressivos e a análise qualitativa das redes de varejo atestam a estratégia acertada de comunicação, educação, engajamento e promoção que conecta cadeia produtiva, varejo e consumidores. Para a diretora de marketing e projetos da ABCS, Lívia Machado, “A SNCS é uma das mais importantes entregas da ABCS, é a ferramenta que utilizamos para nos conectar com o cliente final e incrementar o consumo de carne suína, que só cresce ano após ano. Quero agradecer o empenho de todos os participantes e também dos parceiros contribuintes do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (FNDS), que possibilitam a realização desta missão.”

Conheça as empresas que apoiam esse projeto